Na frente do início ao fim, Salustiano vence corrida em Goiânia e Diogo Pachenki assume a liderança do campeonato.

A quarta etapa do GP Pirelli de Fórmula Truck, realizada domingo (6), contou com novidades e muita emoção. Logo na sexta-feira, dois treinos livres foram realizados. No sábado que antecede a corrida, o treino classificatório e o Top Qualifying definiram o grid de largada.

Largada da quarta etapa em Goiânia. Foto: Larissa J. Riberti
Largada da quarta etapa em Goiânia. Foto: Larissa J. Riberti

Paulo Salustiano foi o mais rápido durante quase o final de semana todo. O piloto de São Paulo, que corre pela equipe ABF Mercedes-Benz, conquistou 52 dos 53 pontos possíveis durante a etapa. Ao lado de seu companheiro de equipe, Wellington Cirino, largou na ponta no Autódromo de Goiânia.

Do início ao fim, Salustiano manteve-se na ponta administrando o caminhão e lidando com o calor intenso do autódromo. “A corrida foi bem desgastante, fazia muito calor dentro do caminhão. No final eu comecei a sofrer um pouco com o freio, e tive que administrar porque primeiro sofri com a proximidade do Felipe, depois do Diogo. Dedico e agradeço a Deus por essa vitória e também a minha equipe, agora nós vamos tentar brigar pelo título”, afirmou Paulo que soma 113 pontos no campeonato.

Apesar da vitória de Salustiano quem assume a liderança do Campeonato Brasileiro é Diogo Pachenki, piloto da Copacol Truck Racing, totalizando 161 pontos. Apesar de ainda não ter conquistado um primeiro lugar nesta temporada, o piloto esteve entre os primeiros em todas as etapas, conseguindo manter a pontuação e chegar no topo da tabela.

Durante a coletiva de imprensa, Pachenki destacou que não tem pressa para conquistar o primeiro lugar no pódio, mas que vai trabalhar para manter a regularidade e chegar no final do ano com chances reais de disputar o título do campeonato.

“Na hora certa o pódio da corrida vai chegar. Esse é um campeonato que você tem que ter bastante constância. Tenho a consciência que lá no final teremos muitos pilotos disputando e querendo agarrar o título. Eu estou trilhando um caminho e estou conseguindo atingir meu objetivo que é disputar o título.”, frisou o piloto.

O terceiro piloto a cruzar a linha de chegada foi André Marques. O piloto da RM Competições, Marques já sobe ao pódio pela segunda vez este, no entanto, ele vem lidando com a estabilidade de quebras na pista.

Diogo Pachenki agora é líder do campeonato brasileiro. Foto: Larissa J. Riberti
Diogo Pachenki agora é líder do campeonato brasileiro. Foto: Larissa J. Riberti

“Este segundo título traz empolgação, em Santa Cruz eu tive meu primeiro bom resultado. Em Curitiba quebramos e em Campo Grande, faltando quatro voltas, meu motor travou. Aqui eu consegui administrar o equipamento e estou muito feliz de estar no pódio. Vamos brigar pelo primeiro lugar, quero tirar esse peso do título o mais rápido possível”, concluiu Marques.

Valmir Benavides, mais conhecido como “Hisgué”, também conseguiu poupar o equipamento e chegou na quarta colocação. O piloto, que agora corre pela equipe Fábio Fogaça Motorsport, já venceu em Goiânia duas vezes em provas anteriores e tenta ajustar seu equipamento para as próximas corridas.

“Estamos trabalhando no caminhão, mas aqui especificamente tenho uma estratégia boa de prova porque esse autódromo judia muito do equipamento e do piloto. Na corrida ficamos sem freio, mas eu vim controlando o Roberval que estava atrás com a ajuda do Fogaça pelo rádio. No final deu tudo certo!”, concluiu Hisgué.

Em quinto lugar estava Roberval Andrade. O paulistano piloto da Corinthians Motorsport, que durante anos pilotou um Scania, fez sua primeira corrida com o caminhão Iveco, e já conquistou um pódio. “Estou muito satisfeito com essa primeira prova com o Iveco, mas estamos reestruturando tudo. Antes eu gerenciava toda a equipe, agora fizemos um acordo de parceria e esperamos que com isso a gente possa chegar longe.”

A próxima etapa da Fórmula Truck será realizada na bela cidade de Londrina, Paraná. Não perca todas as atualizações. Confira abaixo os resultados de Goiânia.

Resultado da primeira fase da Fórmula Truck, em Goiânia:

1) Paulo Salustiano (ABF Mercedes-Benz), 13 voltas em 27min07s832

2) Felipe Giaffone (RM Competições-MAN), a 0s789

3) Diogo Pachenki (Copacol Truck Racing), 3s932

4) André Marques (RM Competições-MAN), a 5s566

5) Valmir Hisgué Benavides (DF Racing Fans), a 19s792

6) Wellington Cirino (ABF Mercedes-Benz), a 22s129

7) Raijan Mascarello (ABF Racing Team), a 23s011

8) Roberval Andrade (Dakar Motorsports), a 24s327

9) Alex Fabiano (ABF Azulim Indy Truck Racing), a 1 volta

10) Luiz Lopes (Lucar Motorsport), a 1 volta

11) David Muffato (MAN TGX), a 3 voltas

12) Régis Boessio (Boessio Competições), a 3 voltas

13) Débora Rodrigues (RM Competições-MAN), a 5 voltas

14) Adalberto Jardim (RM Competições-MAN), a 9 voltas

15) Leandro Totti (Clay Truck Racing), a 9 voltas

16) Geraldo Piquet (DF Motorsports), a 9 voltas

17) Rogério Castro (ABF Racing Team), a 9 voltas

18) Joel Mendes Júnior (Fábio Fogaça Motorsports), a 10 voltas

19) Beto Monteiro (Lucar Motorsport), a 13 voltas

 

Melhor volta: Paulo Salustiano, 1min49s658, média de 125,9 km/h

 

Resultado da segunda fase da Fórmula Truck, em Goiânia:

 

1) Paulo Salustiano (ABF Mercedes-Benz), 15 voltas em 28min10s030

2) Diogo Pachenki (Copacol Truck Racing), a 1s820

3) André Marques (RM Competições-MAN), a 15s269

4) Valmir Hisgué Benavides (DF Racing Fans), a 32s920

5) Roberval Andrade (Dakar Motorsports), a 39s476

6) Alex Fabiano (ABF Azulim Indy Truck Racing), a 1min07s493

7) Débora Rodrigues (RM Competições-MAN), a 1 volta

8) Régis Boessio (Boessio Competições), a 4 voltas

9) David Muffato (MAN TGX), a 4 voltas

10) Raijan Mascarello (ABF Racing Team), a 8 voltas

11) Wellington Cirino (ABF Mercedes-Benz), a 8 voltas

12) Felipe Giaffone (RM Competições-MAN), a 9 voltas

13) Rogério Castro (ABF Racing Team), 9 voltas

14) Luiz Lopes (Lucar Motorsport), a 14 voltas

 

Melhor volta: Felipe Giaffone, 1min51s201, média de 124,2 km/h

 

Os dez primeiros no campeonato de pilotos:

 

1) Diogo Pachenki, 161 pontos

2) Felipe Giaffone, 152

3) Paulo Salustiano, 113

4) David Muffato, 109

5) Alex Fabiano, 96

6) Débora Rodrigues, 93

7) André Marques, 90

8) Raijan Mascarello, 83

9) Wellington Cirino, 65

10) Gustavo Magnabosco, 61

 

Campeonato de fabricantes:

 

1) Mercedes-Benz, 337

2) MAN Latin América, 323

3) Volvo, 176

4) Iveco, 121

5) Ford, 107

6) Scania, 56

 

Redação Chico da Boleia

Comentarios