Mercedes-Benz renova modelos Econic e Unimog

A Daimler Trucks concluiu o programa de introdução de motores Euro 6 na gama pesada com a apresentação das novas gerações do Mercedes-Benz Econic e Unimog. Vocacionados para aplicações especiais receberam motorizações BlueEfficiency Power de quatro e seis cilindros que oferecem níveis de potência dos 156 aos 354 cv. A gama Mercedes-Benz Econic mantém a cabine com piso semirebaixado (low entry) e continua disponível em versões de dois e três eixos, enquanto o Mercedes-Benz Unimog recebeu dez novos modelos de uma vez só, desde o compacto U 216 até ao U 5024, podendo receber até mil equipamentos diferentes.

O novo Mercedes-Benz Econic recebeu um conjunto significativo de alterações, além dos novos motores de seis cilindros em linha de 7,7 litros que oferecem níveis de potência de 299 e 354 cv. A imagem da cabine foi refrescada, designadamente ao nível da grade do radiador, pára-choques mais resistentes e luzes diurnas de LED. O interior da cabine foi melhorado para tornar o ambiente de trabalho mais agradável, enquanto as opções de chassis foram alargadas para permitir a utilização num maior número de aplicações. O Econic passa a ser proposto em versões 4×2, 6×4 e 6×2/4 com terceiro eixo direcional controlado eletronicamente à frente ou atrás.

Na gama Unimog destaque para as duas novas versões de entrada na gama – U 216 e U 218 – que vêm substituir o Unimog U20. Ambos dispõem de cabine panorâmica que inclui coluna da direção ajustável e o sistema VarioPilot, que permite mudar o volante e os pedais de um lado para o outro da cabina. Proposto em três pesos brutos, das 7,5 a 10 toneladas, carateriza-se pelas dimensões compactas e uma distância entre-eixos de 2.800 mm. Por sua vez, as versões U 318 à U 530 oferecem uma maior performance, manobrabilidade, agilidade, assim como uma maior capacidade para efetuar tarefas diferentes. Uma das novidades consiste no sistema de tração hidrostático que em combinação com a transmissão manual permite ao condutor mudar suavemente de um modo para outro enquanto conduz. Até agora era necessário parar o veículo por instantes para mudar de sistemas.

Fonte: http://blog.juizdeforadiesel.com.br

Comentarios