Jayme Campos: sistema de transporte brasileiro está falido

Em discurso nesta quarta-feira (3), o senador Jayme Campos (DEM-MT) afirmou que o sistema de transporte nacional está falido. Devido a isso, segundo o parlamentar, os produtos primários brasileiros estão perdendo rapidamente competitividade internacional.

– Foi o comércio o indutor de avanços em todas as áreas de conhecimento. A atividade mercantil ajudou a unir os povos, expandir cidades e melhorar a tecnologia. As rotas comerciais do passado convertem-se em grandes vias da economia globalizada. Principalmente os portos são os monumentos do dinamismo e da capacidade empreendedora de uma comunidade – observou.

Como exemplo do fracasso de infraestrutura, o senador citou o recente cancelamento da compra de um carregamento de dois milhões de toneladas de soja da China, maior parceiro econômico do Brasil na atualidade.

– E o responsável por essa desistência, segundo os compradores, foi o atraso no envio dessa commodity, uma espécie de combinação danosa entre estradas mal conservadas, pequena frota para oferta de embarque dos grãos, não só em ferrovias e rodovias, mas também em vias férreas, e a falta de agilidade nos principais portos do país – disse.

Jayme Campos também pontuou que as filas de caminhões esperando entrada no Porto de Santos são frequentemente quilométricas, além do frete entre o interior e os portos terem crescido muito nos últimos anos. Ele apresentou requerimento à Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) para que seja criado um grupo de trabalho no qual senadores ouvirão profissionais do transporte, empresários e moradores do entorno das rodovias, portos e ferrovias.

– Mais do que nunca, o Brasil precisa acertar o passo rumo ao futuro, ganhando competitividade econômica, respeito da comunidade internacional e caminhando ao lado de sua gente. É um grito de socorro que estamos fazendo diante desta tribuna ao Congresso Nacional e ao Poder Executivo – sublinhou.

Agência Senado

Comentarios