Fenatran abre as portas para o público

Depois de receber a imprensa no domingo, 27, a Fenatran abriu as portas para o público na segunda-feira, 28. A cerimônia de inauguração da 19ª edição da feira de transportes reuniu autoridades no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP). Com 376 expositores, o evento deve atrair cerca de 60 mil visitantes.

Heloísa Menezes, secretária do ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), aproveitou a ocasião para anunciar que o governo está empenhado em definir uma política nacional de renovação de frota.

Segundo ela, o BNDES e vários ministérios têm unido esforços para formular um programa eficiente. “Há discussão acelerada sobre isso. Tenho uma visão otimista sobre o avanço de uma política de renovação”, garantiu. Caso isso aconteça, o governo atenderá a um pleito antigo das fabricantes de caminhões. Atualmente, a substituição de veículos antigos tem incentivos apenas em algumas regiões. Há iniciativas do gênero no Porto de Santos, em São Paulo, e nos estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais.

Durante a cerimônia de abertura da Fenatran representantes da NTC, associação do transporte de carga e logística, e da Anfavea, voltaram a pedir que o governo federal desenhe um programa para todo o País. Flávio Benatti, presidente da NTC, destacou que a organização já entregou propostas ao governo.

Além de definir uma política de renovação, a Anfavea enfatizou a importância de o governo anunciar como ficará o PSI (Programa de Sustentação do Investimento) em 2014. O pacote oferece condições especiais, como a redução dos juros para financiamento pelo BNDES/Finame, para a compra de caminhões, ônibus e implementos rodoviários. Fernando Pimentel, do MDIC, já confirmou que o programa será estendido para o ano que vem, mas não detalhou se as taxas serão mantidas.

Fonte

Comentarios