Eficiência energética em caminhões

Em busca deste tipo de eficiência, a marca Alisson, que trabalha com caixas de transmissão, está desenvolvendo um sistema que promete reduzir em 5% o consumo de combustível em relação a outras transmissões manuais e automatizadas do mercado.

De acordo com a empresa, o método foi desenvolvido para a aplicação em cavalos-mecânicos, tanto nas cidades quando nas estradas. O modelo é totalmente automático e, segundo o fabricante, proporciona vantagens na transmissão de potência ininterrupta para as rodas e uma melhor tração para o segmento dos cavalos-mecânicos.
Eficiência energética
O tema eficiência energética também é uma preocupação da Confederação Nacional do Transporte (CNT), do Sest Senat e do Programa Ambiental Despoluir. Nos dia 5 e 6 de junho, as entidades promovem, em Brasília, o 1º Seminário Internacional sobre Eficiência Energética de Veículos Pesados. A participação é gratuita e as vagas são limitadas.
A programação do primeiro dia prevê discussões sobre as tendências da eficiência energética de veículos pesados no Brasil e sobre a importância de reduzir o consumo de combustível e a emissão de poluentes no transporte de cargas e de passageiros. Ainda será discutido o panorama mundial das políticas de Eficiência Energética – padrões adotados nos Estados Unidos, Europa, China e Japão – e as novas tecnologias veiculares para ônibus urbanos e para caminhões.
O segundo dia será marcado por debates sobre programas e iniciativas internacionais de eficiência energética de veículos em uso (aparatos aerodinâmicos e pneus verdes) sobre gestão de combustível e frota. Também será abordada a influência do condutor na eficiência energética, com a apresentação de técnicas e resultados de programas de treinamento de motoristas para a redução com consumo de combustível.

Comentarios