Desrespeito ao isolamento social acarreta congestionamento em São Paulo

Medida de restrição de circulação aplicada pela Prefeitura deve continuar  

A Prefeitura de São Paulo, através da Companhia de Engenharia de Tráfego, anunciou uma medida de restrição de circulação em avenidas e trechos de grande fluxo nas quatro zonas da cidade para segunda-feira, 04 de maio.

A medida, no entanto, não foi respeitada pela população, o que acabou acarretando congestionamento em vários pontos da cidade. Os bloqueios foram coordenados pela CET-SP, pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) e pelo Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran).

Em nota, a CET informou que, em toda cidade, o índice de congestionamento ficou em 11 km entre 8h e 9h. Além disso, quanto ao índice de lentidão, a cidade apresentou pico de 21 km às 8h, de acordo com a metodologia de medição realizada pela CET a partir de parceria com o Waze.

As maiores lentidões, segundo a CET, aconteceram entre as 7h e 9h e foram registradas nas avenidas Washington Luís (11,76%), Raimundo Pereira de Magalhães (10,54%), Radial Leste (9,85%), Carlos Caldeira Filho (8,10%) e na Estrada de Itapecerica (7,39%).

Bloqueios continuam

Na manhã desta terça-feira, 05 de maio, a CET realizou novos bloqueios na cidade de São Paulo, entre 6h e 10h da manhã. A medida foi anunciada ontem pelo Secretário de Transportes Municipal, Edson Caram. Hoje, apenas o corredor de ônibus esteve liberado para trânsito de veículos como ambulâncias, transporte público e veículos de funcionários de serviços essenciais.

 As vias bloqueadas foram:

-Zona Sul: Av. Moreira Guimarães x Av. Jurema (interditando a Rubem Berta em direção ao centro); Bloqueio complementar na Rua Luís Góis.

-Zona Norte: Av. Santos Dumont x Av. do Estado (jogando tráfego para a pista lateral somente);

-Zona Leste: Av. Radial Leste x Vd. Bresser (jogando para pista lateral);

-Zona Oeste: Av. Francisco Morato x Av. Morumbi (somente faixa de ônibus na Francisco Morato e carros desviados para Av. Morumbi); Bloqueio complementar na Rua Sapetuba X Rua Martins.

A Prefeitura já anunciou que não será possível flexibilizar a quarentena enquanto a taxa de isolamento social não atingir um índice adequado, que varia de 60 a 70% da população.

Redação Chico da Boleia, com informações da CET-SP.

Comentarios