Cummins integra motor com a eletrônica embarcada

Sistemas de telemetria da fabricante de motor contribuem para reduzir custos operacionais

A Cummins passa a oferecer ao mercado soluções de telemetria para o gerenciamento de seus motores. Uma das maiores novidades da fabricante é o Telematics, recurso que monitora as condições do motor via sinal de internet, o que possibilita o acompanhamento de toda uma frota ou de apenas um caminhão. Com a tecnologia, o gestor terá uma ferramenta para melhorar os intervalos de manutenção, reduzir o consumo e planejar as manutenções preditivas.

 De acordo com Rafael Torres, diretor de engenharia de motores da empresa para a América Latina, o sistema também permite acompanhamento da forma de dirigir do motorista para possíveis correções, “além de monitorar a rota baseada nas condições atuais dos veículos, o que evita eventuais falhas no decorrer do trajeto diagnosticado anteriormente pela ferramenta As informações ainda são entregues por e-mai, via app ou mesmo por um website.”

O Telematics foi lançado recentemente nos Estados Unidos e será lançado no Brasil durante a Fenatran, de 16 a 20 de outubro no Expo São Paulo, na capital paulista. No evento também a empresa apresentará o Over the Air, uma tecnologia que permite executar as atualizações de software do motor enquanto um caminhão ou mesmo uma frota está em operação. Funciona como as habituais atualizações dos ambientes operacionais dos smartphones, eliminando a necessidade de o cliente visitar uma concessionária para nova calibração do motor, o que pode levar três ou quatros dias, além dos custos adicionais. A novidade, no entanto, ainda se encontra em processo de adaptação para o mercado brasileiro.

A empresa também começou a oferecer aos transportadores o Adept, conjunto de ferramentas eletrônicas que busca as melhores mais eficiência de rotação e trocas de marcha de acordo com as condições de tráfego, pesos e topografia. O sistema alia motor e transmissão automatizada para escolher a marcha mais adequada, como também manter a rotação mais tempo na faixa de melhor consumo.

Na prateleira da Cummins há ainda uma versão manual do Adept, o EBP, disponível tanto para transmissões automáticas quanto mecânicas. Por meio de botões instalados no painel, o motorista ajusta o modo de condução do veículo, considerando critérios de desempenho ou de economia de acordo com peso e inclinação da pista.

Fonte: Estradao

Comentarios