Carreata de caminhoneiros em São Paulo pede a reabertura do comércio

Membros da categoria saíram às ruas da cidade contra o decreto do governador que estende a quarentena

Circulam imagens e vídeos pelas redes sociais mostrando caminhoneiros em carreata pela rodovia Castelo Branco e outras vias que dão acesso à cidade de São Paulo, nesta segunda-feira, 11.

O objetivo da manifestação, segundo consta nas falas e imagens que circulam, é protestar contra o decreto do governado João Dória, que estendeu a quarentena até o dia 31 de maio. A decisão prevê a manutenção do fechamento do comércio enquanto a pandemia da Covid-19 não esteja devidamente controlada.

A medida foi tomada em virtude da baixa taxa de adesão ao isolamento social, que despencou na capital e em outras cidades nas últimas semanas. De acordo com o governo, o isolamento deve ficar em torno de 55% para surtir os efeitos esperados e, somente após isso, é que as autoridades pensarão em flexibilizar a quarentena.

As informações sobre a manifestação circularam em grupos de whatsapp e foram replicadas por canais de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, como a página de facebook Movimento Avança Brasil. Um dos vídeos mostra um caminhão carregando um caixão com uma foto de Bruno Covas, prefeito de São Paulo, e João Dória, governador.

No final de semana do Dia das Mães, o Brasil registrou 162.699 casos de coronavírus e 11.123 mortes provocadas pela doença. Na última sexta-feira, o país atingiu o recorde de mortes pela Covid-19, contabilizando 751 mortes em 24 horas. Com os últimos dados, o Brasil ficou atrás apenas dos Estados Unidos em número de mortes e São Paulo é o estado com o maior índice de óbitos registrado até agora.

Redação Chico da Boleia

Imagem: reprodução internet

 

 

Comentarios