Caminhoneiros aprendem técnica para dirigir sem dores

Mutirão de saúde e estética, programa social Guardiões da Estrada,  beneficia 6 mil motoristas nas estradas por todo o país

Neste mês, o programa social Guardiões da Estrada ofereceu palestras sobre boas práticas na condução dos caminhões, como a importância do descanso e ergonomia — que ensina a melhor postura ao volante para a preservação da saúde do condutor. A ação aconteceu no terminal de cargas da Rodovia Fernão Dias, em São Paulo.

A palestra foi ministrada pela fisioterapeuta Paula Nascimento. Ela ensinou alongamentos que o condutor deve executar antes o início da jornada e exercícios para prevenção ou alívio de dores.

“A maior queixa dos caminhoneiros era de dor lombar e cansaço nas pernas. Com os exercícios simples que eles aprenderam esses sintomas serão aliviados”, disse a fisioterapeuta.

Nos outros estados brasileiros, voluntários organizaram um mutirão de saúde oferecendo aferição de pressão arterial, teste de glicemia e massoterapia, beneficiando quase 6 mil motoristas. Houve, ainda, corte de cabelo, manicure e doação de kits de higiene pessoal.

“Sabemos das dificuldades e lutas enfrentadas pela categoria. Muitos caminhoneiros não têm dinheiro para uma refeição ou exames simples de prevenção de doenças. Levando até eles este trabalho, nós conseguimos prestar assistência a esta parcela dos trabalhadores”, explicou o responsável pelo programa social Bispo Alessandro Paschoal.

Publicidade:



Depois da paralisação dos caminhoneiros em maio deste ano, os brasileiros tomaram conhecimento das dificuldades enfrentadas pela categoria. Com frete barato e diesel caro, muitos dos profissionais não conseguem ter retorno financeiro para arcar com as despesas de trabalho e contas pessoais no fim do mês.

O caminhoneiro Marcos Antônio participou do evento que o programa social realizou em São José do Rio Preto (SP), e destacou a ação como muito importante para os motoristas que estão na estrada.

“Já tomei café e ouvi música de boa qualidade. Medi também a pressão arterial. Para mim é ótimo, porque com a correria do dia a dia, falta tempo”, relatou o caminhoneiro.

O grupo Guardiões da Estrada foi criado em setembro deste ano e conta com 2.238 voluntários. As ações sociais acontecem no segundo domingo de cada mês, ou em datas específicas, nos terminais de carga e postos de combustíveis onde caminhoneiros estacionam abastecer ou passar a noite.

Fonte: R7

Comentarios