Caminhão VW: um ilustre veterano de 1,5 milhão de quilômetros

Há 31 anos na frota da São Martinho, veículo faz história em um dos maiores grupos sucroenergéticos do país

O Caminhão VW 16.210 chegou zero-quilômetro à frota da São Martinho em 1986. Hoje, mais de 1,5 milhão de quilômetros depois, o caminhão continua em operação, transportando peças pesadas de usinas e suprimentos em geral.

Com 31 anos de uso o veículo é o modelo mais antigo da frota e tem como rotas as cidades de Pradópolis, Ribeirão Preto, Piracicaba e São Paulo (SP), com rodagem média mensal de 4 mil quilômetros.



Na época que adquiriram o VW 16.210, o Grupo São Martinho produzia cerca de 4 milhões de toneladas por safra de cana moída. Hoje eles produzem 10 milhões de toneladas por safra, o que representa mais que o dobro da produção inicial.

Antonio Carlos Pelizari Pinto, assessor de Tecnologia Agrícola da São Martinho, conta o porquê de manter o caminhão por tanto tempo: “Mantemos o caminhão porque tem uma boa disponibilidade mecânica e o custo de manutenção é baixo. Ele vai continuar em operação o quanto durar. Para isso seguimos à risca com sua manutenção, como troca de óleos e lubrificantes, bateria e pneus”.

O VW 16.210 que faz história na São Martinho foi o precursor de muitos outros caminhões VW: “Gostamos dos caminhões da marca pelo seu desempenho e custo de manutenção. Eles têm atendido bem nossas necessidades”, explica Pelizari.

“A robustez é comprovada nos caminhões Volkswagen, além da durabilidade que pode ser ampliada com ajuda dos bons cuidados mecânicos feitos pelo cliente, aumentando a vida útil do caminhão de forma significativa”, comenta Caio Milani, consultor comercial da MAN Latin America.

Comentarios