Após 20 anos e quatro títulos, Wellington Cirino se despede da Fórmula Truck

O paranaense Wellington Cirino confirmou nesta terça-feira (9), após 20 anos de atuação, sua despedida do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. Dono de quatro títulos brasileiros na categoria, o piloto passará a integrar o grid da recém criada Copa Truck, que terá as duas corridas de sua primeira etapa no dia 28 em Goiânia (GO). Cirino pilotará um dos caminhões Mercedes-Benz da AM Motorsport, equipe chefiada pelo também piloto André Marques.

Cirino competiu regularmente na Fórmula Truck desde 1997, quando estreou a convite de Aurélio Batista Félix, criador da categoria. “A oportunidade e o apoio que recebi do Aurélio são coisas que nunca vou esquecer”, enaltece Cirino. “Foi um apoio que continuei recebendo da dona Neusa Navarro mesmo depois da morte do Aurélio. Eu vivi uma grande fase da minha vida na Fórmula Truck, serei eternamente grato por tudo isso”, ele acrescenta.

A decisão de se retirar da competição vem sendo amadurecida desde o início da atual temporada, a partir da cisão entre os pilotos que acabou levando à criação de um novo campeonato, a Copa Truck. “A Fórmula Truck perdeu um pouco da sua identidade, o ambiente ficou bem menos competitivo. Eu estava bem pouco à vontade com a situação atual. Tenho o lado profissional e uma história a preservar, e isso acabaria sendo comprometido”, diz.

O representante de Francisco Beltrão, cidade do Sudoeste do Paraná, deixou de integrar a Fórmula Truck já na terceira etapa da temporada de 2017, disputada no último domingo (7) em Londrina (PR). “Fizemos as duas primeiras corridas da Fórmula Truck na esperança de que as coisas pudessem melhorar logo, mas não foi o que aconteceu. Depois da segunda corrida, tomei a decisão de me retirar da categoria e parar de correr”, conta o paranaense.

Wellington Cirino confidenciou sua decisão de se retirar das corridas a André Marques, um dos pilotos que migraram para a Copa Truck. “Foi quando o André me falou que estava com uma equipe própria na Copa Truck e falou ‘não para, em vez disso vem para cá correr comigo’. Ele tem um projeto forte, bons apoios comerciais e uma ótima equipe de profissionais. Conversamos, eu concordei em repensar minha situação e aceitei o convite”, detalha.

Cirino espera empregar sua experiência de 20 anos atuando em corridas de caminhões na evolução da nova equipe. “Ainda não sei se teremos os dois caminhões prontos para a etapa de Goiânia, mas vou me integrar já à equipe para ajudar na montagem do equipamento. Com todo o suporte e a ótima estrutura da equipe a expectativa é a melhor possível. Vamos ter um 2017 de preparação para sermos uma das principais equipes em 2018”, finaliza.

Wellington Cirino é um dos principais nomes da história da Fórmula Truck. É o recordista nas pole positions com 31 poles e também o maior vencedor, com 27 conquistas, empatado com Renato Martins e Felipe Giaffone. Foi o primeiro tetracampeão da categoria, com os títulos de 2001, 2003, 2005 e 2008, marca também igualada por Giaffone em 2016.

Fonte: Truck Brasil

Comentarios