Volvo amplia a linha VM com as versões 8×2 e 8×4

Volvo VM 8x4 betoneira

Além de seu design mais moderno e de acordo com o novo padrão estabelecido pelo novo FH na Europa, as grandes novidades do lançamento da linha VM, da Volvo, são as novas configurações 8×2 e 8×4 que ampliam a família para cinco configurações. A linha já conta com as versões 4×2, 6×2 e 6×4.

“Os caminhões são voltados para o segmento rodoviário, mas também com versões dirigidas para aplicações vocacionais. ingressando num mercado potencial que está se formando no Brasil, estimado em cerca de 8 mil unidades anuais”, afirma Bernardo Fedalto, diretor comercial de caminhões do Grupo Volvo no Brasil.

As configurações 8×2 e 8×4, com quatro eixos, entregam um incremento de 22% na capacidade de carga líquida, saltando de 23 toneladas de PBP (Peso Bruto Total) para 29 toneladas. “É praticamente um ganho de uma a cada quatro viagens”, declara Fedalto. “Dependendo do tipo de operação, os caminhões com quatro eixos podem transportar cerca de 5 toneladas a mais de carga líquida em relação a um veículo de 3 eixos”, completa Ricardo Tomasi, engenheiro de vendas da Volvo no Brasil.

Os dois caminhões permitem aos transportadores rodar em operações de média distância (viagens entre 200 a 400 quilômetros), transportando matérias primas e produtos industrializados, entre outros. O VM 8×4 também pode ser aplicado em uso vocacional, implementado com betoneiras e caçambas. “Os novos veículos de quatro eixos são uma excelente opção para trajetos variados. São caminhões versáteis e muito adequados às atuais necessidades de aumento de capacidade transportada”, diz Fedalto.

Os caminhões com quatro eixos garantem aumento de capacidade de carga. “Nosso compromisso é desenvolver e fabricar o melhor caminhão do mercado, mas também proporcionar maior rentabilidade ao transportador”, diz Fedalto.

Desempenho gerado por duas opções de motorização, sendo um propulsor de 270 cavalos de potência e outro com 330 cv. A transmissão automatizada I-Shifit na configuração 8×2 pode receber 6,9 ou 12 marchas, sendo a versão 8×4 oferece opções de 10 ou 12 marchas. “O transportador tem uma gama variada de transmissões que certamente se adequa ao tipo de operação na qual ele trabalha”, garante Álvaro Menoncin, gerente de engenharia de vendas da Volvo no Brasil.

A embreagem maior de 395 milímetros é com material de disco de revestimento reforçado, que não contém asbestos. “Para o VM 270cv 8×4, há ainda uma tomada de força no motor para aplicações nas quais é necessário o funcionamento do implemento com o caminhão rodando, como, por exemplo, em aplicações para betoneira”, revela Ricardo Tomasi, engenheiro de vendas da Volvo no Brasil.

O segundo eixo direcional possui um suspensor para economia de pneus e combustível. Seu comando é no painel, proporcionando fácil acesso e mais conforto ao motorista. O VM com quatro eixos também tem um sensor de carregamento. Este dispositivo evita que o motorista levante equivocadamente o eixo direcional, após o caminhão ter atingido velocidade superior a 10 quilômetros por hora, evitando operação com sobrecarga. “O novo caminhão foi projetado para atender as exigências do transportador”, finaliza Sérgio Gomes, diretor de estratégia de caminhões do Grupo Volvo na América Latina.

Volvo VM

fonte: TranspoOnline

Comentarios