Tag: roubos

Tecnologia já evita mais de 90% dos roubos de cargas no Brasil

Tecnologia já evita mais de 90% dos roubos de cargas no Brasil

Notícias
Como gato e rato nos desenhos animados, empresas transportadoras de cargas se munem de tecnologias cada vez mais avançadas para escapar das garras do crime organizado - que também já usa equipamentos bastante modernos para atacar. Só no ano passado, segundo a Associação Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas e Logísticas, mais de 24 mil roubos foram registrados no Brasil - um prejuízo de 1 bilhão e 300 milhões de reais. Hoje, a maioria das seguradoras exige que os caminhões tenham soluções avançadas de segurança para que se seja feita a cobertura da carga em caso de roubo. Entre as principais tecnologias de proteção de carga estão o monitoramento remoto e até o bloqueio automático do veículo, mas já existe empresa que envia de forma autônoma um drone para acompanhar um caminhão car
Rio e SP lideram ranking de roubos de cargas no país; região Norte está em último lugar

Rio e SP lideram ranking de roubos de cargas no país; região Norte está em último lugar

Notícias
O roubo de cargas no país tem crescido nos últimos anos, especialmente na região sudeste, que concentra 84,68% dos casos. No ano passado foram registrados cerca de 24,5 mil casos, um aumento de 27,5% em relação a 2015, com prejuízo de mais de  R$ 1 bilhão, conforme dados divulgados recentemente pela Associação Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística. Os estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, juntos, contabilizam 80,66% das ocorrências. A região norte aparece em último lugar nessa estatística, apesar de abrigar um grande polo industrial, como a Zona Franca de Manaus. Foram 237 roubos em 2016, 0,96% do que foi registrado em todo o país. O prejuízo calculado é de 23 milhões de reais. O primeiro-secretário do Sindicato das Empresas de Agenciamento, Logística e
Seguradoras de transporte recusam propostas no Rio

Seguradoras de transporte recusam propostas no Rio

Notícias
Um dos líderes de roubos a caminhões é preso e estado anuncia mudança na estratégia da Força Nacional O alto índice de roubo de cargas no Rio começa a refletir no serviço prestado pelas seguradoras. Algumas empresas já se recusam a realizar entregas no estado, enquanto outras exigem uma contrapartida para que o risco seja reduzido. Presidente da Comissão de Transportes da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), Alexandre Leal destaca essa dualidade. Uso de rastreadores E divisão da carga em caminhões menores para fazer a distribuição no Rio são algumas das condições impostas pelas empresas. Ele ressalta que as seguradoras exigem um adicional de aproximadamente 30% do valor da carga para arcar com possíveis prejuízos. Durante a manifestação dos caminhoneiros na manhã de ontem, mu