Tag: cargas perigosas

Governo do ES vai instalar 500 câmeras especiais para monitorar cargas

Governo do ES vai instalar 500 câmeras especiais para monitorar cargas

Notícias
Governo do Estado vai instalar câmeras especiais para controlar cargas perigosas – pedras, toras de madeira e produtos químicos – e também para evitar roubo de veículos Governo do ES vai instalar 500 câmeras junto com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) vai implantar o cerco inteligente em mais de 500 pontos estratégicos de estradas no Espírito Santo para reforçar a fiscalização em diversas áreas, tais como a de segurança pública, para coibir furtos e roubos de veículos. Também vai operar no controle do transporte de cargas, como o de rochas ornamentais que, por irregularidades, já provocou a morte de dezenas de pessoas em rodovias capixabas. A proposta passou por consulta pública e está em fase final de tramitação para que seja publicado o edital que visa à contratação
Atenção: transporte de cargas perigosas por Minas Gerais tem novas regras

Atenção: transporte de cargas perigosas por Minas Gerais tem novas regras

Notícias
As obrigações estão previstas na Lei Estadual 22.805, de 29 de dezembro de 2017, e no Decreto 47.629, de 01 de abril de 2019. O principal objetivo da nova legislação, de acordo com o governo de Minas, é obrigar as empresas de transporte de cargas perigosas, que usem rodovias em território mineiro, sejam federais ou estaduais, a manter estrutura de suporte capaz de garantir que as primeiras ações emergenciais sejam feitas em até duas horas após o acidente e também a iniciar a remoção dos resíduos e a descontaminação do entorno do local do acidente em até 24 horas após o início da ocorrência e mitigar os efeitos dos acidentes com produtos químicos, como o que aconteceu nesta segunda-feira em São Paulo: O decreto que está em vigor desde setembro transfere para as empresas transporta
Pesquisa amplia produtividade na operação de cargas perigosa

Pesquisa amplia produtividade na operação de cargas perigosa

Notícias
Alunos da Fatec planejam ampliar em quase 70% produtividade na movimentação de cargas perigosas Com “pequenas” mudanças na logística de um terminal marítimo, alunos do curso de Gestão Portuária da Faculdade de Tecnologia (Fatec) Baixada Santista - Rubens Lara, em Santos, planejam ampliar em quase 70% a produtividade na movimentação de cargas perigosas na instalação. A projeção foi calculada com a utilização de softwares de simulação, aplicados nas atividades do setor.  A pesquisa foi elaborada pelos estudantes Maurício Godoy, Patrícia Fernandes e Nataly Moreira Netto, que desenvolveram um artigo científico com base em suas conclusões. O trio contou com a orientação do professor Ricardo Reiff, da Fatec Baixada Santista. A ideia é que o tema possa ser aprofundado em um futuro Tra