Renova SP entrega dez caminhões a juros zero

Cleiton Silva de Lima, o primeiro caminhoneiro a receber as chaves do governador Geraldo Alckmin
O governo de São Paulo entregou os primeiros dez caminhões financiados pelo Programa de Incentivo à Renovação de Frota de Caminhões – Renova SP, no Porto de Santos, litoral paulista. Os veículos financiados pela Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) a juros zero, subsidiado pelo governo do estado, são das marcas Ford, Iveco, Mercedes-Benz e Volkswagen.A Desenvolve SP prevê a substituição de até mil caminhões acima de 30 anos de uso que circulam na zona destinada ao Porto de Santos por um novo modelo, que deve ter valor limite de R$ 270 mil para ser financiado pelo programa.“Os caminhoneiros terão 96 meses para pagar e não pagarão juros. Esse programa da Desenvolve SP é pioneiro com foco na melhoria do meio ambiente e da qualidade de vida do motorista. Todos os caminhões novos são certificados e os velhos serão reciclados ou destruídos para que não voltem a poluir”, disse o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, durante a entrega das chaves dos caminhões a seus novos donos, no sábado, 23.“A zona portuária de Santos, escolhida para receber o piloto do programa, tem quase seis mil caminhões, cerca de mil deles com mais de 30 anos. Esse programa vai melhorar a qualidade do ar e reduzir os engarrafamentos causados por caminhões velhos quebrados na região do Porto”, disse Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP.O programa prevê que os novos caminhões devem ser da nova geração de veículos que atendem as normas de emissões do Proconve P7, que exige tecnologias equivalentes à existente na Europa (Euro 5). O motorista entrega seu caminhão antigo para que seja retirado de circulação e suas peças sejam inutilizadas por empresas especializadas e licenciadas pela Cetesb.Os recursos utilizados para o financiamento são da linha BNDES Pró-Caminhoneiro com a equalização dos juros a cargo do governo estadual, com prazo de 96 meses e carência de 6 meses. Incidem sobre o programa a taxa de juros anunciada pelo governo do fim do ano passado, de 3% para caminhões comprados no primeiro semestre e de 4% para aqueles adquiridos na segunda metade do ano. Tem acesso ao programa caminhoneiros autônomos e pessoas jurídicas que se enquadram como empresários individuais que prestam serviços no Porto de Santos, limitando o financiamento a um caminhão por beneficiário. São financiadas aquisições de caminhões, chassis, caminhões-tratores e cavalos mecânicos.O interessado pode simular o financiamento no site da Desenvolve SP para saber exatamente quanto irá pagar em cada parcela. O Sindicado dos Caminhoneiros Autônomos da Baixada (Sindicam-Santos) também presta serviço de orientação aos motoristas sobre o processo de aquisição.
Fonte: http://www.automotivebusiness.com.br

Comentarios