Reajuste no preço dos combustíveis e gás de cozinha já afeta consumidores

O valor máximo do diesel ultrapassa os R$ 6 nos estados do Acre e Rondônia. Vale ressaltar que este é o quinto aumento consecutivo. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Reajuste no preço dos combustíveis e gás de cozinha já afeta consumidores

Brasileiros pagam cada vez mais caro no litro da gasolina; diesel também segue em alta nos postos

Redação Chico da Boleia

Nos últimos 15 dias, a Petrobras anunciou o aumento nos preços do diesel A, da gasolina e do gás de cozinha (GLP). Tais reajustes foram repassados as distribuidoras e, segundo a estatal, não impactariam imediatamente o bolso dos consumidores.

Entretanto, de acordo com o último relatório da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), realizado entre os dias 3 e 9 de outubro, revendedores em todo país já estão repassando os acréscimos para os compradores.

No caso do óleo diesel, o preço médio do combustível variava (há menos de 15 dias) de R$ 4,52 a R$ 4,94. Com o último aumento anunciado pela Petrobras para as distribuidoras, os postos avaliados pela Agência já apresentam novo valor em suas bombas, com o diesel variando de R$ 4,93 a R$ 5,16 em todo país.

O valor máximo do combustível ultrapassa os R$ 6 nos estados do Acre e Rondônia. Vale ressaltar que este é o quinto aumento consecutivo.

A gasolina também sofreu reajustes, como já havia anunciado a estatal no último dia 9 deste mês. De acordo com o levantamento da ANP, os brasileiros estão pagando, em média, R$ 6 pelo litro do combustível – em todas as regiões do país.

Já nos estados do Acre, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, o consumidor chega a pagar R$ 7 pela gasolina, em alguns dos postos avaliados pelo órgão.

Gás de cozinha também fica mais caro

A Petrobras também anunciou o reajuste no valor do gás de cozinha (GLP), no último dia 9, para as distribuidoras, que passariam a pagar R$ 3,86 pelo quilo, ou seja, R$ 50, 15 por 13kg.

No fim de setembro, os brasileiros estavam pagando, em média R$ 99 pelo botijão. Em alguns estados esse valor chegou a R$ 130.

Com o novo relatório da ANP, o preço médio do gás de cozinha ultrapassa os R$ 100 na maioria das regiões do país, com alguns estados cobrando até R$ 135 pelo produto – como Rondônia.

Para saber mais acesse https://preco.anp.gov.br/

Comentarios