Tag: gasolina

Gasolina ficou mais cara nas refinarias

Gasolina ficou mais cara nas refinarias

Notícias
O litro da gasolina ficou mais caro nas refinarias no dia (22): a Petrobras elevou o preço médio em 1,2%, para R$ 1,5491. O litro do diesel, por sua vez, permaneceu inalterado em R$ 1,9778. O preço se manterá ao menos por mais um dia, uma vez que a tabela de preços publicada pela petroleira não foi alterada na terça-feira (22). A Petrobras segue sua política de ajuste de preços diária, adotada em julho de 2017. Com o fim do programa de subvenção do diesel, criado pelo governo em maio, o preço do combustível voltou a flutuar também diariamente. Fonte: Frota & Cia
Venda de veículos movidos a diesel ou gasolina pode ser proibida.

Venda de veículos movidos a diesel ou gasolina pode ser proibida.

Notícias
Projeto do senado proíbe veículo novo movido a combustível fóssil a partir de 2060; restrição já inicia em 2030. A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (16) um projeto de lei que proíbe a venda de veículos novos com motor a combustão a partir do ano de 2060. De autoria do senador Telmário Mota (PTB-RR), o PLS 454/2017 segue agora para análise da Comissão de Meio Ambiente (CMA), para decisão terminativa. A proposta foi aprovada com relatório favorável do relator, Cristovam Buarque (PPS-DF), que não alterou o texto original. O senador prevê uma mudança gradual: a partir de 2030, 90% dos veículos vendidos poderão ter tração automotora por motor a combustão. O percentual passará para 70% em 2040 e para apenas 10% em 2050. Dez anos depois, a proibição será tot
Levantamento da Ticket Log mostra que brasileiro pagou em média  R$ 4,61 no litro da gasolina

Levantamento da Ticket Log mostra que brasileiro pagou em média R$ 4,61 no litro da gasolina

Notícias
Estudo mapeou o desempenho dos valores dos combustíveis com base nos dados de 18 mil postos credenciados em todo o País O brasileiro pagou em média R$ 4,61 pelo litro da gasolina no mês de junho, de acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL). O etanol custou R$ 3,60, em média, enquanto o litro do diesel comum saiu por R$ 3,54, e o diesel S-10, R$ 3,62. O GNV registrou preço médio de R$ 2,79, e teve como destaque Santa Catarina, com o valor mais baixo do País: R$ 2,10. O Estado concentrou os menores preços dos combustíveis praticados nos postos brasileiros. Os catarinenses pagaram menos pela gasolina (R$ 4,26), pelo diesel (R$ 3,23) e diesel S-10 (R$ 3,32). Já o etanol teve o menor preço registrado no Mato Grosso, com média de R$ 2,75. Os motoristas do Rio de Janeiro foram os que
A conta da greve chegou…

A conta da greve chegou…

Notícias
Estados elevam o imposto da gasolina para compensar a redução no diesel exigida pelos caminhoneiros. Frete mais caro também será repassado ao consumidor Adivinhe quem está pagando a conta das negociações que encerraram a greve dos caminhoneiros? Você, consumidor. Para reduzir o preço do diesel, 17 governos estaduais aceitaram baixar os índices de referência para cálculos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Em contrapartida, houve aumento na taxação da gasolina em 15 estados. Ou seja, a arrecadação perdida que viria dos transportadores passou a ser cobrada de modo diluído do cidadão comum, que abastece seu veículo com gasolina, combustível que nem foi objeto do protesto. Quem denunciou a manobra foi a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubri
Preço médio da gasolina cai pela terceira semana no país, diz ANP

Preço médio da gasolina cai pela terceira semana no país, diz ANP

Notícias
O preço médio da gasolina nos postos de combustíveis brasileiros caiu pela terceira semana consecutiva. Na semana encerrada em 23 de junho, o preço médio ficou em R$ 4,538 por litro, ou seja, 0,74% mais barato do que na semana anterior (R$ 4,572). A informação foi divulgada hoje, no Rio de Janeiro, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Desde a semana encerrada em 2 de junho, quando foi registrada a última alta, o combustível acumula queda de preço de 1,65%. Diesel em queda O diesel também registrou sua terceira queda consecutiva na semana finalizada em 23 de junho, quando passou a custar R$ 3,397 por litro. Da semana encerrada no dia 16 para a semana seguinte, a queda foi de 1,08%. Em três semanas, a redução de preço acumulada é de 11,26%, ou se
Preço médio dos combustíveis cai pela 2ª semana seguida, diz ANP

Preço médio dos combustíveis cai pela 2ª semana seguida, diz ANP

Notícias
Levantamento da agência mostra que o valor médio da gasolina saiu de 4,603 reais para 4,572 reais Encher o tanque do carro está mais barato nesta semana. O preço médio dos combustíveis apresentou a segunda redução seguida, de acordo com levantamento divulgado nesta segunda-feira, 18, pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). O valor médio da gasolina caiu de 4,603 reais na pesquisa anterior para 4,572 reais neste levantamento. Por Estado, o maior custo médio para o combustível foi encontrado no Acre. Por lá, o litro saía por até 5,031 reais. Já a menor cotação média foi a do Amapá: 4,090 reais por litro. O litro do diesel, uma das principais demandas dos caminhoneiros durante a greve de onze dias do mês passado, saiu de 3,482 reais para 3,434  reais. O litro mais caro é o do Acre, 4,41
Procons já notificaram 2.562 postos de combustíveis desde a greve dos caminhoneiros

Procons já notificaram 2.562 postos de combustíveis desde a greve dos caminhoneiros

Notícias
Os órgãos de todo o país já receberam 3.200 denúncias acompanhadas de notas fiscais e documentação Durante e após o período de greve dos caminhoneiros, deflagrada no dia 21 de maio, os Procons notificaram ou autuaram 2.562 postos dos 3.200 fiscalizados, além de 184 supermercados, de 818 visitados pelos fiscais. Também foram notificados e/ou autuadas 204 das 676 revendas de GLP fiscalizadas pelos agentes. No total, foram recebidas cerca de 3.200 denúncias acompanhadas de notas fiscais e documentação que possibilitará a averiguação e eventual aplicação de sanção. Após a edição das Portarias 735 e 760/2018 do Ministério da Justiça, em junho do corrente, 1.179 ações de fiscalização sobre o preço do óleo diesel e adequação sobre a necessidade de informação de valores
Depois do susto com o diesel, Planalto fica em alerta com insatisfação sobre preço da gasolina e tenta se antecipar ao problema

Depois do susto com o diesel, Planalto fica em alerta com insatisfação sobre preço da gasolina e tenta se antecipar ao problema

Notícias
Depois do susto com a paralisação dos caminhoneiros em protesto contra o preço do óleo diesel, o governo passou a ficar em alerta permanente para evitar um novo movimento na sociedade, desta vez em relação ao preço da gasolina. Nas palavras de um interlocutor próximo do presidente Michel Temer, a ordem é se antecipar ao problema para evitar uma onda de protestos. O monitoramento do governo indica que apesar da solução encontrada para garantir o preço do diesel por 60 dias, há insatisfação em outros segmentos da sociedade por causa dos reajustes sucessivos da gasolina. Há o reconhecimento que isso pode gerar forte reação popular. Diante desse diagnóstico, o governo passou a estudar a possibilidade de reajuste mensal da gasolina, como revelou o blog do jornalista Valdo
A greve que parou o país!

A greve que parou o país!

Notícias
Movimento dos caminhoneiros não reconheceu acordo entre entidades sindicais e governo federal e quer medidas duradouras para problemas que afetam a categoria. O movimento grevista dos caminhoneiros mexeu profundamente com o país nos últimos dias. Muita gente só se deu conta da importância da categoria quando faltaram itens no supermercado ou quando não havia combustível nos postos da cidade. No Brasil dos dias atuais, cerca de 50% de toda a carga disponível no mercado é transportada através das rodovias do país. Segundo dados do Registro Nacional do Transportador Rodoviário de Cargas (RNTRC), divulgados pela Agência Nacional do Transporte Terrestre (ANTT), os caminhoneiros autônomos representam um universo de quase 700 mil trabalhadores atualmente. O transporte rodoviário no Brasil tam
Para economista, nova política de preços da Petrobras afeta o planejamento do TRC

Para economista, nova política de preços da Petrobras afeta o planejamento do TRC

Notícias
Prof. Dr. Eduardo Costa Pinto analisou que a medida da atual gestão da empresa tem alterado constantemente o preço dos combustíveis. O Brasil tem vivido, nos últimos dias, o fenômeno da greve dos caminhoneiros. O movimento que começou com a paralisação de membros da categoria em 21 de maio afetou a vida de toda população brasileira. Os caminhoneiros se mobilizaram, sobretudo, em torno da pauta da redução do preço do diesel. De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Econômicos), no período de 22 de abril a 22 de maio de 2018, a Petrobras reajustou o preço da gasolina e do diesel nas refinarias 16 vezes. O estudo mostra que o preço da gasolina saiu de R$ 1,74 e chegou a R$ 2,09, alta de 20%. Já o do diesel foi de R$ 2,00 a R$ 2,37, aumento de 18%. Para