PROGRAMA VISA REDUZIR 50% DAS MORTES EM RODOVIAS PAULISTAS

Medida da Artesp define prazo para concessionárias atingirem este resultado

A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) acaba de anunciar que até 2020 as concessionárias das estradas paulistas devem reduzir em 50% o número de mortes e 20% no total de feridos. A redução será feita em relação aos números de 2010.

Os objetivos são baseados nas metas da Organização das Nações Unidas (ONU), criadas para a Década de Ação para o Trânsito Seguro (2011-2020). Apesar da ONU ter estabelecido apenas a redução de mortes, a agência reguladora estendeu a exigência para a diminuição do número de feridos.

Desde 2000, a Agência já desenvolve anualmente junto às concessionárias e à Polícia Militar Rodoviária o Programa de Redução de Acidentes (PRA). Até 2012, o PRA havia reduzido quase em 50% o índice de mortes nas rodovias concedidas da 1ª etapa do Programa de Concessões, que passou de 5,32 para 2,58 (entre 2000 e 2012).

Entre 2009 e julho deste ano o índice de mortes caiu 30% na malha total do Programa, enquanto o índice de acidentes caiu 7,97%. Com a meta da ONU, o PRA foi remodelado para atingir novos objetivos.

Para alcançar os resultados, cada concessionária precisará traçar um novo diagnóstico do que ocorre nas rodovias sob sua responsabilidade e, em seguida, apresentar um plano de ações bienal a ser aprovado pela Artesp. As ações serão acompanhadas mensalmente pela Agência, e a cada ano haverá uma avaliação dos indicadores e de possíveis ajustes nos planos. Assim, gradativamente, espera-se alcançar a meta de 2020.

Comentarios