Programa de segurança da FreteBras reduz fretes falsos em 43%

Resultados fazem parte de um investimento da FreteBras de R$ 30 milhões para fortalecer as medidas de segurança da plataforma. (Foto: reprodução/IBGE)

Programa de segurança da FreteBras reduz fretes falsos em 43%

Programa Frete Seguro completa seis meses com redução de 40% nas denúncias de caminhoneiros

A FreteBras, maior plataforma online de transporte de cargas da América do Sul, reduziu 43% as publicações de anúncios falsos na plataforma. A quantidade de fretes falsos na plataforma já era baixa, na casa de 1% dos fretes publicados, e com a aplicação da tecnologia, tornou-se ainda mais segura. Além disso, as denúncias dos caminhoneiros diminuiram 40% nos últimos três meses. Os resultados fazem parte de um investimento da FreteBras de R$ 30 milhões para fortalecer as medidas de segurança da plataforma por meio do programa Frete Seguro.

Entre as ferramentas tecnológicas adotadas para aumentar a segurança na plataforma, estão soluções como o Motor de Risco do Frete, que utiliza inteligência artificial para barrar a atuação de fraudadores que passam fretes falsos para os clientes da FreteBras, e o Check-in Privado, que permite aos caminhoneiros buscarem fretes no aplicativo da FreteBras sem que seus dados de contato sejam divulgados para os contratantes.

Para o caminhoneiro Diógenes da Silva Santos, que utiliza a FreteBras há cerca de seis anos, as novas soluções da plataforma ajudam a inibir quadrilhas especializadas em roubos de cargas, já que eles encontram maior dificuldade para acessar informações do caminhoneiro. “O Check-in Privado me trouxe uma sensação maior de segurança. A partir do momento que sabemos que existe uma preocupação com a nossa privacidade, sentimos muito mais confiança para executar o nosso trabalho”, analisa.

Segundo Michael Bogajo, Head de Prevenção à Fraude da FreteBras, garantir a segurança de todos os envolvidos no uso da plataforma é um dos principais compromissos da empresa. “Temos um processo digital rigoroso de análise dos documentos das empresas que se cadastrem conosco, antes de liberar elas para publicarem cargas na plataforma. Temos investido muito, também, na contratação de novos talentos para compor o time de prevenção à fraude e tecnologia, e adotado tecnologia de ponta para tornar o transporte de cargas mais seguro”, explica Bogajo.

Estudo inédito revela comportamentos de risco da categoria

A FreteBras realizou uma pesquisa com 1.700 caminhoneiros para entender os hábitos e medidas de segurança adotados pelos caminhoneiros no dia a dia das estradas. Segundo o estudo, 44% dos motoristas não se sentem seguros com a profissão. Entretanto, apesar da sensação de insegurança, 40% não costumam adotar nenhum tipo de critério para minimizar riscos.

O estudo revela que apenas 21% dos caminhoneiros consultam informações sobre os donos da carga a ser transportada. Já em relação ao preço do frete, somente 37% tomam o cuidado de avaliar se o valor está muito diferente do praticado pelo mercado, a fim de evitar o famoso golpe do “fretão”.

– A pesquisa é fundamental para entendermos o comportamento dos motoristas e suas necessidades quando abordamos o quesito segurança. Os resultados nos permitem identificar onde podemos atuar para ajudar mais o setor, intensificando as ações de segurança – finaliza Bogajo.

Metodologia

A pesquisa foi realizada de forma online com 1.700 caminhoneiros usuários da FreteBras. A plataforma possui mais de 580 mil caminhoneiros cadastrados, o que equivale a um terço dos caminhoneiros do Brasil.

Comentarios