PACCAR premia os melhores fornecedores de 2018.

Meritor é uma das vencedoras do Prêmio DAF no Brasil; representante da empresa entregará o certificado para cada fornecedor em suas bases

Certificados serão entregues a 21 empresas no Brasil, que atingiram rigorosos padrões de qualidade e desempenho.

A PACCAR, empresa global detentora das marcas DAF, Kenworth e Peterbilt, anuncia os melhores fornecedores de 2018. A premiação reconhece as empresas com o certificado 10 PPM, um padrão rigoroso de qualidade da PACCAR que requer a entrega de peças sem defeitos, nas quantidades e prazos estabelecidos.

Os fornecedores certificados também devem atender critérios de entrega, suporte ao cliente e impacto nos negócios. No Brasil, serão premiadas 21 empresas. São elas: Ask do Brasil Ltda, Castertech Fundição, Dana Indústrias Ltda, Fomeco do Brasil Ind., Goodyear do Brasil Produtos, Iochpe Maxion S/A, Johnson Controls PS do Brasil Ltda, Knorr-Bremse Sistemas Para, LC Centro de Montagem Ltda, Master Sist. Automotivos Ltda, Meritor Brasil Sistemas Ltda, Metal Tecnica Bovenau Ltda, Modine Do Brasil Sist.Termicos, Neumayer Tekfor Automotive, Sociedade Michelin, Sulplast Fibra de Vidro, Thyssenkrupp Brasil Ltda., Vexilom Emblemas Técnicos, Voss Automotive Ltda, Witzenmann do Brasil Ltda, ZF do Brasil Ltda.

Publicidade:

anuncio

“É uma satisfação para nós entregarmos os certificados às empresas que conquistaram o elevado nível de qualidade de zero defeito. Em um mercado em crescimento, como vemos no Brasil, esse comprometimento dos parceiros é fundamental, pois nos permite entregar aos clientes produtos e serviços com excelência, do processo produtivo ao atendimento pós-venda. Parabenizamos a todos os fornecedores premiados e esperamos seguir com esta parceria de sucesso nas próximas edições”, afirma Erick Silva, diretor de qualidade da DAF Caminhões Brasil.

Em todo o mundo, a premiação 10 PPM contemplou 337 fornecedores de 26 países, em quatro continentes, que atingiram os rigorosos padrões de qualidade e performance da PACCAR em 2018.

Comentarios