Lançamentos de agosto agitam produção de caminhões

A primeira quinzena do mês de agosto foi proveitosa para as montadoras, pelo menos é o mostra o setor de caminhões semipesados e extrapesados com os últimos lançamentos anunciados.

Em um momento de crescimento do mercado interno de caminhões, no qual a produção nacional acumulada atingiu 113.188 unidades em julho, as fabricantes vêm tentando conquistar cada vez maior participação. Esse número representa um crescimento de 51,1% maior que no mesmo período de 2012. Chamam a atenção justamente a produção dos semipesados (43.772 unidades) e pesados (38.172 veículos), com crescimentos, respectivamente, de 51,5% e 44,2% no acumulado do ano.

Quem conseguiu materializar um desejo de longa data, mais especificamente desde a década de 1980 com os primeiros testes feitos com o L9000 – foi a Ford. Neste mês a montadora anunciou o lançamento do caminhão extrapesado Ford Cargo 2042 4×2 e 2842 6×2. De acordo com a montadora, cerca de 50 unidades dos modelos foram comercializadas em cima de 25 clientes convidados para uma apresentação prévia. Eles podem ser considerados os primeiros da nova série a chegar ao mercado.

A marca, que ainda não atuava no segmento de 49 a 56 toneladas, agora tem uma linha de produtos que pode atender os clientes de maneira mais completa. Com uma participação de 19,9% no mercado dos caminhões de 8 toneladas e de 21,5% entre os 6×2, a Ford chega para participar amplamente no mercado de extrapesados através dos 140 pontos de distribuição espalhados pelo país. Vale lembrar que o mercado de extrapesados está com uma previsão de crescimento em mais de 30% neste ano e um salto de faturamento de R$10,8 para R$14 bilhões.

De acordo com Pedro Aquino, gerente de Marketing da montadora, a estratégia é apresentar uma proposta ampla de custo-benefício para quem compra os extra-pesados da Ford. Dessa forma, inclui-se a preocupação com a resistência, performance e potência do motor, tecnologia embarcada, e design. Tudo isso combinado com a tradição do Ford Cargo.

A outra novidade foi apresentada pela da Iveco, que lançou o semipesado Tector Concreto 260E28 6×4. Em seu blog, o lançamento foi direcionado para empresas que atuam na área de construção, como as que fabricam concreto e necessitam de recursos exclusivos para suas aplicações diárias.

“A diferença do nosso veículo para as outras opções disponíveis no mercado é que ouvimos a fundo nosso cliente, e acrescentamos ao caminhão todos os opcionais necessários e desejados para a operação das empresas concreteiras”, afirmou Alcides Cavalcanti, diretor comercial da Iveco.

O novo modelo Tector Concreto tem motor FPT de 280 cavalos de potência e 950 Nm de torque. O principal diferencial do modelo, no entanto, são suas configurações de entre-eixos: 3.690 4.815 mm. O modelo também possui tanque de alumínio com 400 litros de capacidade,

Quanto ao conforto, o semipesado oferece banco de passageiro biposto, e há uma escotilha no teto que aumenta a circulação de ar no interior da cabine. O tacógrafo é semanal, o que garante à empresa maior produtividade. Também o volante possui regulagem de altura e o ar condicionando é de série, oferecendo “bons ares” aos motoristas.

Já a segurança é oferecida pelos freios que possuem ajuste automático, o que possibilita um número menor de paradas para manutenção. O escapamento é vertical, com isso evita-se que motoristas e ajudantes que trabalhem ao lado do balão de concreto tenham contato direto com a emissão de partículas.

Informações técnicas: Blog da Iveco e Ford Caminhões

Blog do Chapa

Comentarios