International e Mercedes-Benz entregarão 3.707 caminhões ao governo

A International e a Mercedes-Benz fornecerão um total de 3.707 caminhões ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Os 823 modelos International DuraStar 6×4, produzidos na fábrica de Canoas (RS), serão implementados com cisternas e caçambas e atenderão as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), nos estados de São Paulo, Paraíba e Rio Grande do Norte. Por sua vez, as 2.884 unidades do Mercedes Atron 2729 6×4 serão entregues dentro do mesmo programa, nas versões caçamba e caminhão pipa, para diversos municípios de pequeno porte, especialmente os de regiões afetadas pela seca, para apoio à agricultura familiar.

No caso da International, a venda ao governo permitiu a abertura de novos postos de trabalho e acelerar o ritmo de produção de Canoas, que tem capacidade para fabricar 5 mil unidades/ano em três turnos. “Os compromissos de entrega do DuraStar nestas licitações adiantarão para seis meses o volume programado nos próximos dois anos”, afirma o presidente da International Caminhões no Brasil, Guilherme Ebeling.

“Diante da pequena expansão da economia brasileira esperada para este ano, iniciativas como essa do Ministério do Desenvolvimento Agrário são essenciais para estimular o mercado de caminhões e manter os níveis de produção”, declara o presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO da Daimler América Latina, Philipp Schiemer.

Além do grande volume de caminhões, também fazem parte do pacote do MDA a aquisição de retroescavadeiras, motoniveladoras e pás carregadeiras para as cidades, dentro dos investimentos da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Os veículos e máquinas são utilizados na abertura e melhoria de estradas, execução de obras e armazenamento de água, entre outras finalidades. Isso diminui os efeitos da estiagem e melhora o transporte na zona rural, incentivando a agricultura familiar e a permanência do agricultor no campo.

PAC 2

No balanço do governo federal sobre o PAC 2, divulgado na semana passada, até agosto deste ano, foram investidos R$ 665 bilhões em ações de infraestrutura, logística e projetos sociais e urbanos – 67,2% do valor previsto até 2014. Do recurso, R$ 37,6 bilhões foram destinados ao Eixo Transportes, que inclui a aquisição de veículos e equipamentos para construção e manutenção de estradas, executada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

“Nós estamos dentro do cronograma previsto de entrega dos equipamentos. Apesar da dificuldade das indústrias em atender à grande demanda do programa, temos a expectativa de cumprir os prazos para atendimento de todos os prefeitos e prefeitas que estão aptos a receberem as máquinas”, disse o coordenador do PAC 2 no MDA, Lucimar Parisotto Carnizella.

Comentarios