Estradas paulistas têm menos mortes no carnaval 2020

RESULTADO POSITIVO: PMRv de São Paulo registra menos mortes durante a Operação Carnaval 2020, em 22 mil quilômetros de estradas nos últimos 20 anos. Fotos: Divulgação

De acordo com o balanço da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), neste ano foi registrado o menor número de vítimas fatais em 20 anos

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) do Estado de São Paulo registrou 817 acidentes na Operação Carnaval 2020, entre zero hora de sexta-feira (21) e 24h de terça-feira (25), com 14 mortes e 84 feridos graves e 369 feridos leves.

De acordo com a PMRv, nos cinco dias do esquema especial foram mobilizados mais de 3,5 mil policiais e mais de 800 viaturas em todo o estado numa extensão de 22 mil quilômetros de rodovias

Ainda de acordo com a Corporação, foram utilizados 998 bafômetros (passivos e ativos), 107 radares portáteis, bem como a utilização de drones, visando garantir a segurança pública e a fluidez do trânsito nas rodovias.

Balanço exclui feridos leves

Conforme os dados da PMRv, na operação desta ano foram registrados houve reduções no no total de mortes (33,33%), no total de feridos graves (12,50%) e no total de acidentes com ou sem vítimas (0,85%). Entretanto, aumentou em 11,8% o número de vítimas leves. Em 2019, o total foi de 330 feridos.

Segundo a PMRv, a imprudência, negligência ou imperícia dos condutores ou pedestres foram os fatores que motivaram as mortes, sendo 8 em colisões, o que
corresponde a 57,14% do total de mortos.

Ainda de acordo com a PMRv, a desatenção, o desrespeito às sinalizações, são fatores que ainda contribuem para os acidentes.

Outras infrações:

  • 34.750 autuações (aumento de 9,38%), além da captação de 21.992 imagens de radar,
    com flagrantes de excesso de velocidade, o que demonstra que a imprudência dos motoristas ainda é elevada
  • 4.086 motoristas foram flagrados dirigindo alcoolizados (artigo 165 e 165-A
    CTB), aumento de 114%, sendo que 98.103 realizaram o teste do etilômetro, resultando em 65 condutores autuados em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante, dos quais oito se envolveram em acidentes de trânsito, ferindo 20 pessoas e vitimando fatalmente uma
  • 6.095 autuações por não utilizarem o cinto de segurança e outros dispositivos de retenção
  • 2.522 autuações por ultrapassagens pela contramão de direção
  • 3.486 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) recolhidas
  • 1.411 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) recolhidos

Fonte: Estradas

Comentarios