Dicas para a condução segura em períodos de chuva

Os acidentes que ocorrem nos períodos de chuva, geralmente, são provocados pela diminuição da visibilidade, falta de atenção e velocidade incompatível. (Foto: reprodução/Freepik)

Dicas para a condução segura em períodos de chuva

A PRF divulgou uma série de dicas importantes para você chegar ao seu destino em segurança

O verão está sendo marcado por chuvas acima da média esperada pelos especialistas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), por isso, é preciso redobrar sua atenção ao pegar no volante.

Os fenômenos naturais não podem ser evitados, porém, seus efeitos podem ser minimizados para que não se tornem um grande desastre. O seu cuidado pode salvar vidas, por isso, selecionamos algumas informações importantes, para você chegar bem ao seu destino final.

Cuidado nas estradas no período das chuvas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) sempre alerta todos os condutores para redobrar a atenção e dirigir o veículo com cuidado sobre a pista molhada. Isso porque os acidentes que ocorrem nos períodos de chuva, geralmente, são provocados pela diminuição da visibilidade, falta de atenção e velocidade incompatível. Por isso, cuidado nunca é demais!

A PRF divulgou uma série de dicas importantes para você chegar ao seu destino em segurança. Veja:

Utilizar o farol baixo sempre aceso:

O uso do farol baixo durante o dia é obrigatório nas rodovias e deixa seu veículo mais visível, já que as luzes vermelhas também se acendem na parte traseira do veículo.

Só ultrapasse com segurança:

As ultrapassagens indevidas e o avanço de sinal são motivos de muitos acidentes graves. A ultrapassagem deve ser evitada e só realizada de forma segura e quando necessária.

Mantenha distância entre veículos em movimento:

Pode parecer algo simples, mas manter uma distância segura entre veículos, em condições de chuva, torna-se ainda mais importante, já que tal distância pode garantir ao motorista o tempo hábil para que sejam adotados os procedimentos necessários enquanto o condutor dirige.

Efeito aquaplanagem:

Esse é o fenômeno no qual os pneus não conseguem remover a lâmina de água e perdem o contato com o pavimento. Essa situação acontece pelo excesso de água na pista, velocidade intensa e pneus com profundidade de sulco insuficiente. Durante a aquaplanagem, a direção fica repentinamente leve, tornando-se muito difícil de controlar o veículo. A Polícia Rodoviária Federal afirma que os procedimentos corretos nesse caso são:

  1. Segurar firmemente o volante, sem virar. Rodas viradas para um dos lados podem levar ao capotamento quando a aderência voltar a existir entre os pneus e a pista;
  2. Tirar o pé do acelerador e diminuir a velocidade, mas não frear bruscamente, pois, se as rodas estiverem travadas no momento que voltar o contato dos pneus com a pista, o carro se desgovernará;
  3. Estabelecer um padrão seguro de velocidade para a situação.

Checagem de pneus e limpadores de para-brisas:

Se você precisa pegar a estrada de volta pra casa ou realizar algum frete, é necessário fazer a revisão do veículo e verificar o funcionamento dos equipamentos obrigatórios.

Mantenha as palhetas do sistema em bom estado. Faça a checagem antecipada de itens básicos como freios, fluidos e iluminação. Não utilize seu veículo se ele apresentar algum problema mecânico ou elétrico, mesmo que pareça simples. Dê atenção especial ao estado dos pneus em tempos de chuva, pois além da perda natural de tração, seu desgaste excessivo compromete a dirigibilidade.

Desembace seus vidros:

É necessário manter os vidros limpos, desengordurados e não embaçados para a visibilidade do trajeto. Se o para-brisa embaçar, tente diminuir a temperatura interna do seu bruto. Ligue o ar-condicionado ou o ventilador e, se o veículo não tiver esses recursos, deixe os vidros com uma pequena abertura para que o ar circule. É aconselhável limpar o para-brisa, internamente, com um jornal ou pano limpo.

Evite vias alagadas:

Tente não passar por locais com poças ou lugares com acúmulo de água. Vias inundadas devem ser evitadas, pois podem esconder obstáculos, além de nem sempre permitirem estimar a profundidade. O excesso de água pode reduzir o desempenho do sistema de freios, causar a parada do motor e até danificá-lo.

Boa visibilidade é segurança:

Se a chuva estiver muito forte, estacione seu veículo em local seguro ou até no acostamento, mas jamais pare sobre a via. Uma vez parado corretamente, deixe seu caminhão visível, ligando seu pisca-alerta enquanto você aguarda a chuva diminuir ou passar, dentro do veículo.

Algumas pessoas, em situações de pânico, saem de seus veículos, colocando-se em extremo risco e ignorando o fato de que, muito provavelmente, não serão vistas por outros motoristas nessas situações. Mantenha a calma e avalie suas atitudes com prudência.

Além dessas dicas, você pode conferir nosso bate-papo sobre segurança nas estradas, com a Sirlei Kuiava, Coordenadora de Prevenção e Atendimento a Acidentes da Polícia Rodoviária Federal.

Em caso de acidentes, denúncias ou qualquer outra informação, a Polícia Rodoviária Federal possui o número de emergência 191, disponível 24 horas por dia. Acompanhe a Defesa Civil do seu estado para ficar por dentro dos alertas sobre chuvas e tempestades na sua região.

Fonte: Blog IVECO

Comentarios