Autopista Régis Bittencourt instala 42 novas passarelas na BR-116 SP/PR

Novos dispositivos já contribuíram para a redução de 41% no número de mortes por atropelamento entre 2010 e 2012

A Autopista Régis Bittencourt instalou 42 novas passarelas na BR-116 entre São Paulo e Curitiba, que proporcionam mais segurança para pedestres e ciclistas que transitam pela rodovia, um investimento de cerca de R$ 43 milhões. Somente em 2012, a Concessionária implantou 15 passarelas que beneficiaram os municípios de Juquiá, Miracatu, Taboão da Serra, Barra do Turvo e Cajati (SP). Quanto aos atropelamentos e mortes decorrentes deste tipo de acidente, historicamente os óbitos por atropelamento representam 1/3 do total de mortes na BR-116 SP/PR. Entre os anos de 2010 e 2012, as novas passarelas contribuíram para a redução de 32% no número de atropelamentos na rodovia e de 41% no número de mortes por atropelamento, conforme números abaixo:

[box_light]

2010

2011

2012

Variação

2010-2012

Atropelamentos

257

197

176

-32%

Mortes por atropelamento

93

72

55

-41%

[/box_light]

Quatro novas passarelas também estão em implantação na rodovia: no km 295,2 (Itapecerica da Serra -SP), no km 449,1 (Registro-SP) e no km 36,9 e no km 47,7 (Campina Grande do Sul-PR). Outras quatro passarelas serão entregues em 2013. Desde 2008, a Concessionária também reformou e recuperou 17 passarelas existentes na rodovia.

A instalação destes dispositivos visa garantir mais segurança para a travessia dos moradores das cidades que margeiam a rodovia. As passarelas são projetadas para atender às normas de acessibilidade a cadeirantes e contam com obstáculos que impedem a passagem de motocicletas, além de contarem com o sistema de iluminação. Por medida de segurança, a Concessionária também instala telas de metal e barreiras de concreto sob as passarelas, para inibir a travessia pela rodovia.

O trabalho de conscientização sobre a importância do uso das passarelas também é reforçado por meio das campanhas “Passarela Viva” e “Viva Ciclista”, realizadas periodicamente no trecho sob concessão. Durante as ações, pedestres e ciclistas são abordados nas rampas de acesso das passarelas e recebem orientação sobre o tema, além de passarem por exames básicos de saúde gratuitos.

Fonte: 

Autopista Régis Bittencourt

Comentarios