Aumento do frete influencia os preços dos alimentos

Segundo reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico, o aumento do frete este ano pode ser uma das razões para a diferença no comportamento entre os preços dos alimentos no atacado e no varejo. De acordo com a Universidade de São Paulo, a supersafra de grãos e a nova lei dos caminhoneiros são os dois principais motivos para o aumento atípico nos preços dos fretes agrículas em 2013.

Os dados do Sistema de Informações de Frete (Sifreca) da USO, referente aos preços praticados em commodities agrícolas, registrou um aumento de até 30% nos fretes desde o fim do ano passado. O aumento da safra de grãos e do preço do diesel, aliados à mudança no motor dos caminhões e à lei que rege os motoristas estão pressionando os custos das empresas de frete neste ano no país. De acordo com a NTC&Logística, entidade que reúne as principais transportadoras do país, o custo médio para as empresas subiu 8,21% neste ano até o fim de abril.

O cálculo ainda não inclui o gasto maior com os caminhoneiros, que cresceu em função da nova lei que entrou em vigor a partir de janeiro.

Fonte: Valor Econômico

Comentarios