Tag: sindicam

Sindicam-Amparo não reconhece novo projeto político de Michel Temer

Sindicam-Amparo não reconhece novo projeto político de Michel Temer

Sem categoria
O Sindicato dos Transportadores Rodoviários de Cargas em Geral de Amparo e Região (Sindicam) informa, através deste comunicado, que repudia e não reconhece como legítimo o governo de Michel Temer, bem como as medidas implementadas e a composição ministerial por ele imposta. Desde o princípio, o Sindicam-Amparo vem lutando pelos direitos dos trabalhadores. Qualquer atuação contrária não condiz com nosso papel de entidade de classe e com o nosso dever em ser porta voz das reivindicações dos caminhoneiros e caminhoneiras autônomos deste país. Por isso, quando o processo de impeachment contra a Presidenta eleita Dilma Rousseff se desenhou, nos posicionamos contrários a essa tentativa por três razões principais. A primeira delas é a soberania inquestionável dos votos conferidos à presidenta
Sindicam-PR/CNTA ganham, ação civil pública para maior fiscalização da ANTT e cumprimento do vale pedágio

Sindicam-PR/CNTA ganham, ação civil pública para maior fiscalização da ANTT e cumprimento do vale pedágio

Notícias
O Sindicato dos Transportadores de Bens do Estado do Paraná (Sindicam) e a Confederação Nacional dos Transportardes Autônomos (CNTA) conquistaram uma importante vitória para a categoria: a inclusão da fiscalização do vale- pedágio no Pagamento Eletrônico de Frete – PEF e também no código de identificação de operação de transporte – CIOT. A ação foi ingressada em 2003, portanto, levou doze anos para ser sentenciada. A decisão da juíza federal substituta, Thaís Sampaio da Silva, da 1º Vara Federal de Curitiba, fixou um prazo de sessenta dias para que a ANTT, órgão responsável pela fiscalização, apresente uma proposta de integração entre os sistemas CIOT e do vale-pedágio, em consonância com as outras fiscalizações em andamento. O prazo vence no dia 28 de julho. Por se tratar de uma deci
Sindicam-SP vai à Justiça para garantir isenção de pedágio por eixo suspenso

Sindicam-SP vai à Justiça para garantir isenção de pedágio por eixo suspenso

Notícias
Entidade também processa Prefeitura de São Paulo por multas “ilegais” na Avenida Tancredo Neves O Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de São Paulo (Sindicam-SP) e a Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Carga em Geral do Estado de são Paulo (Fetrabens) ingressaram na Justiça contra a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) e o governo de São Paulo. O motivo é o descumprimento da lei 13.103 – a Lei do Caminhoneiro – e do decreto 8.433 que isentam os caminhões de pagamento de pedágios sobre o eixo suspenso, quando estiverem trafegando vazios. eixo suspenso A ação requer pedido de liminar, que deve ser decidido a qualquer momento. “Estamos esperando algo para essa semana. Pois ingressamos com ação cominatória, com pedido de tutela a
SINDICAM de Amparo realiza assembleia para sua fundação.

SINDICAM de Amparo realiza assembleia para sua fundação.

Notícias
Prestes a iniciar suas atividades, o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens e dos Transportadores Rodoviários de Cargas em Geral de Amparo e região (Sindicam-Amparo), reuniu caminhoneiros e representantes de outros sindicatos em uma Assembleia para fundar a nova entidade. A reunião, realizada neste domingo (9) na cidade de Amparo, contou com a presença de Claudinei Pelegrini, também conhecido como “Pico” e presidente da Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros) e da Federação dos Caminhoneiros Autônomos do Estado de São Paulo (Fecam-SP). Para o representante, os caminhoneiros carecem de boa representatividade e os sindicatos devem estar atentos as suas reivindicações. “Sou a favor, inclusive, de que os sindicatos sejam municipais, pois precisamos que eles a