Revogados os aumentos nas tarifas em SP e RJ.

Dando ouvidos ao povo, o prefeito de São Paulo Fernando Haddad e o governador Geraldo Alckmin anunciaram esta tarde a redução da tarifa de ônibus para o valor anterior de R$3,00. No Rio de Janeiro, Sergio Cabral e Eduardo Paes, governador e prefeito , também decidiram recuar na decisão dos aumentos e a passagem do ônibus voltou ao seu valor de R$2,75. Juntamente com este anúncio, os governantes do Rio de Janeiro lançaram o compromisso de reduzir também as tarifas dos trêns, metrô e barcas.

Eduardo Paes, no entanto, argumentou que o “prejuízo” para os cofres da prefeitura será de R$200 milhões no ano, podendo chegar a R$500 milhões. Segundo ele, os reajustes na tarifa estão previstos nos contratos com as empresas de ônibus e também foram uma consequência no aumento em 22% no preço do diesel. Já em São Paulo, Geraldo Alckmin alegou que a prefeitura terá de fazer “sacrifícios” para manter a revogação do aumento, já que as empresas “não podem arcar com os custos”.

Por hora, a revogação dos aumentos representa uma vitória histórica para o Movimento Passe Livre e para todos aqueles que se solidarizaram e apoiaram a causa. Milhares saíram às ruas nos últimos dias e engrossaram as fileiras ecoando pedidos para a redução das tarifas. Segundo o MPL, o passo agora é a busca pela Tarifa Zero, bandeira levantada há bastante tempo pelos simpatizantes da causa.

 

Redação Chico da Boleia

Comentarios