Régis Bittencourt registra queda no número de mortes na rodovia

Melhorias e serviços de atendimento aos usuários colaboraram para a redução da fatalidade nos acidentes

A Autopista Régis Bittencourt registrou queda de 10% no número de mortes entre janeiro e outubro de 2012, na comparação com o mesmo período de 2011. Além das atividades regulares da Concessionária na operação de tráfego, algumas providências contribuíram diretamente para este importante resultado. Desde o início da concessão, foram investidos mais de R$ 950 milhões em recuperação, melhorias e na operação da rodovia. A construção de 39 novas passarelas com suas respectivas grades de proteção criaram condições que, em muitos casos, impediram a exposição de pedestres ao risco de travessia na pista.  A implantação de mais de 133 quilômetros de barreiras rígidas de concreto, a manutenção da drenagem, a melhoria na sinalização vertical e horizontal, e a recuperação do pavimento são fatores que proporcionam uma rodovia mais segura. A BR-116 SP/PR possui atualmente mais de 90 frentes de obras, com cerca de 1.300 trabalhadores (entre engenheiros e operários) envolvidos em intervenções para a melhoria de suas condições.

A Concessionária também presta serviços de atendimento aos usuários com socorro médico e mecânico, inspeção de tráfego e atendimento 24 horas via 0800. Existem nove Bases Operacionais distribuídas ao longo da Régis Bittencourt e os usuários contam com o atendimento de uma equipe composta por 350 profissionais, 14 ambulâncias, 14 guinchos, três caminhões de apoio ao combate a incêndio, três caminhões para resgate de animais na pista, 11 viaturas de inspeção de tráfego, duas motocicletas e um caminhão multiuso de apoio, entre outros recursos. Além disso, realiza a monitoração em tempo real através de câmeras instaladas ao longo da rodovia.

A Autopista Régis Bittencourt ainda realiza anualmente ações sobre segurança no trânsito para motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. Nessas campanhas, os usuários recebem orientações técnicas e de qualidade de vida, instalam itens de segurança obrigatórios pela legislação, como os adesivos refletivos para motocicletas e capacetes, e passam por exames básicos de saúde. Em 2012, mais de 1.600 pessoas foram atendidas em 9 campanhas.

Sobre a Autopista Régis Bittencourt – Concessionária responsável, desde 2008, pelos 402 quilômetros da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116/SP/PR) que liga as cidades de São Paulo (SP) e Curitiba (PR). Durante os 25 anos do contrato de concessão, serão investidos R$ 3,8 bilhões em melhorias na rodovia.

Sobre a OHL Brasil – A OHL BRASIL é a companhia do setor de concessões rodoviárias do Brasil com a maior extensão de quilômetros administrados. São 3.226 quilômetros sob gestão de suas nove concessionárias nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina: Autovias, Centrovias, Intervias, Vianorte, Autopista Fernão Dias, Autopista Fluminense, Autopista Litoral Sul, Autopista Planalto Sul e Autopista Régis Bittencourt. A OHL Brasil é uma empresa de capital aberto, com ações negociadas no Novo Mercado da Bovespa. É subsidiária da OHL Concesiones, empresa que desenvolve e investe em todo tipo de infraestrutura pelo sistema de concessão. A OHL Concesiones está presente no Brasil, Argentina, Chile, Espanha, México e Índia, e é uma das empresas da OHL, um dos grupos líderes de concessões e construção da Espanha, com experiência centenária.

Fonte: OHL

Comentarios