Produção de veículos bate recorde histórico no 1º semestre de 2013

Linha de montagem da Renault em São José dos Campos (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)
Produção teve alta de 18,1% no 1º semestre (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

O Brasil fechou o 1º semestre de 2013 com alta de 18,1% na produção de veículos, recorde histórico do setor, informou nesta quinta-feira (4) a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). No período, a indústria atingiu 1.856.805 de unidades, número superior aos seis primeiros meses de 2012, quando 1.553.278 veículos foram fabricados. A maior produção anterior relativa ocorreu em 2011, com 1.714.767 unidades produzidas.

Este anúncio ocorre após a Federação Nacional dos Distribuidores de Veículos Automotores (Fenabrave) divulgar que o 1º semestre de 2013 foi o melhor da história para emplacamentos de automóveis e comerciais leves, com 1.798.976 unidades.

De acordo com a Anfavea, em junho, também foi registrado o melhor patamar histórico de produção para o mês, com 320.823 unidades. Entretanto, houve queda de  7,8% em relação maio, que obteve 348.070 unidades. Na comparação anual, com os 277.796 veículos de junho de 2012, o crescimento no mês foi de 15,5%.

“A base de comparação a partir deste mês ficará mais forte, pois o anúncio de duas prorrogações de desconto do IPI no ano passado, uma em maio e outra em agosto, ajudaram a alavancar as vendas naquele ano”, disse Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Anfavea, em comunicado

As vendas de veículos novos, enquanto isso, cresceram 0,8% em junho sobre maio, mas caíram 9,8% na comparação anual, para 318,6 mil unidades, segundo a Anfavea. Já nos primeiros seis meses do ano, as vendas somaram 1,80 milhão de unidades, crescimento de 4,8% sobre o primeiro semestre de 2012.

Segmentos
O acumulado para a produção de veículos leves chegou a 1.739.941 unidades no ano, alta de 16,4% em relação ao primeiro semestre de 2012. No mês de junho, com 299.548 automóveis e comerciais leves produzidos, houve queda de 8,6% em comparação a maio.

O segmento de caminhões atingiu 95.268 unidades fabricadas no acumulado do ano, número 52,5% maior que o registrado em 2012. Entre os ônibus, a alta no 1º semestre foi de 36,1%, com 21.596 unidades.

Fonte: G1

Comentarios