Plataforma BR SIPA zera mortes nas estradas e reduz em 95% perdas em acidentes

“Cansaço e alta velocidade são os principais motivos dos acidentes”, assinala Rogério Faria, sócio-diretor da Brasil Risk.

Plataforma BR SIPA zera mortes nas estradas e reduz em 95% perdas em acidentes

Com o uso de soluções tecnológicas, o serviço toma as medidas necessárias para correção do comportamento dos profissionais em relação a controle de velocidade e tempo na direção

Todos os anos, 5.000 motoristas de caminhões perdem a vida nas estradas brasileiras e 95% dos acidentes devem-se ao fator humano. A questão é séria, mas tem solução. Levantamento do BR SIPA (Serviço Integrado de Prevenção de Acidentes), da Brasil Risk, comprova que orientação, acompanhamento e treinamento dos motoristas são medidas eficazes para redução do número de acidentes com vítimas fatais nas rodovias. A implantação do serviço zerou o índice de mortes por 100 mil viagens em empresas de diferentes portes e áreas de atuação – anteriormente, a média era de 4 mortes no mesmo número de viagens.

– Cansaço e alta velocidade são os principais motivos dos acidentes. Está provado que é preciso ter atenção às pessoas. A prevenção é a maneira mais efetiva de reduzir as perdas de vidas nas estradas – assinala Rogério Faria, sócio-diretor da Brasil Risk.

O BR SIPA acompanha em tempo real os motoristas em sua rotina diária, com dispositivos de rastreamento e telemetria nos veículos de carga. Com o uso de soluções tecnológicas, o serviço toma as medidas necessárias para correção do comportamento dos profissionais em relação a controle de velocidade e tempo na direção.

Cada ação dos motoristas na estrada representa pontos. Até determinado número, os motoristas são aprovados e se credenciam a receber reconhecimento (inclusive financeiro) das transportadoras. Por outro lado, se excedem o limite de pontos têm de passar por orientação ou reciclagem.

– Já avaliamos cerca de 110 mil motoristas. Desses, 37.180 foram encaminhados para orientação e/ou reciclagem. O resultado tem sido muito positivo: 86% deles voltaram ao trabalho apenas com orientação e 14% precisaram de reciclagem. Isso significa que o BR SIPA funciona. Os motoristas entendem o processo, conscientizam-se ainda mais de sua responsabilidade e enquadram-se nos parâmetros positivos do seu trabalho, o que é bom para todos os envolvidos – ressalta Faria.

Além da redução de acidentes, o BR SIPA proporciona benefícios também para as transportadoras, embarcadores e operadores logísticos, além do próprio sistema de logística nacional. “Cai o índice de acidentes, reduzem-se os prejuízos financeiros, há mais controle e segurança do processo, além de menos multas e diminuição dos custos de seguros, entre outros pontos positivos”, explica Rogério Faria.

O sócio-diretor da Brasil Risk destaca a redução de 95% nos prejuízos com acidentes e de 89% em alertas de limite de velocidade. Os benefícios incluem menos consumo de combustível e emissão de poluentes, aumento da vida útil de peças e partes do caminhão e diminuição dos impactos logísticos entre outros. “Os ganhos são de todos: motoristas, empresas, sociedade e meio ambiente”.

Comentarios