Indústria de implementos rodoviários inicia recuperação de mercado

Foto: Divulgação/Guerra

Depois de registrar queda de 15,94% em 2012, a indústria de implementos rodoviários demonstra sinais de recuperação. As vendas de reboques e semirreboques (segmento pesado) cresceram 27,55% no primeiro bimestre de 2013, na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram comercializadas 9.407 unidades, contra 7.375 do ano anterior.

O segmento leve (carrocerias sobre chassi), por sua vez, apresentou desempenho negativo de 15,32%, com 15.527 unidades, ante 18.336 de janeiro e fevereiro de 2012.

No acumulado do ano, a soma das vendas de ambos os segmentos apontam para queda de 3,02% no comércio. Para o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), Alcides Bragas, o ambiente atual no mercado favorece a aquisição de implementos do segmento pesado, no entanto, para o segmento leve, é necessário dar mais atenção na questão da oferta de crédito.

“Esse segmento é majoritariamente formado por pequenas e médias empresas que têm mais dificuldade de acesso a linhas de financiamento com juros melhores. Por isso, o desempenho de vendas de Carrocerias sobre chassi ainda segue negativo”, afirmou, em nota da Associação. De acordo com levantamento da Anfir, 89% das associadas à entidade estão entre micro, pequenas e médias empresas.

Agência CNT de Notícias

Comentarios