Tag: artigo

DNIT estabelece regras para cadastramento de rotas no transporte de produtos perigosos

DNIT estabelece regras para cadastramento de rotas no transporte de produtos perigosos

Notícias
DNIT estabelece regras para cadastramento de rotas no transporte de produtos perigosos Motoristas que carregam este tipo de carga deverão realizar o curso MOPP O transporte rodoviário de produtos perigosos no Brasil é regulamentado pelo Decreto nº 96.044/1988, que disciplina as exigências para a realização desta atividade com as condições mínimas de segurança. Em regra, os veículos necessitam possuir rótulos – alguma marcação ou aviso, que informem o tipo de produto que estão transportando e o risco inerente ao mesmo, bem como equipamentos para mitigar situações de emergências. Os motoristas que carregam este tipo de carga deverão fazer o curso MOPP – Movimentação de Produtos Perigosos, que os prepara para dirigir o veículo na velocidade máxima permitida, adotar condutas preventivas
Artigo: Entenda o que muda com novas regras de tolerância na capacidade de cargas dos caminhões

Artigo: Entenda o que muda com novas regras de tolerância na capacidade de cargas dos caminhões

Notícias
Artigo: Entenda o que muda com novas regras de tolerância na capacidade de cargas dos caminhões Adauto Bentivegna Filho, advogado e assessor do SETCESP, destaca os pontos principais da Medida Provisória divulgada nos últimos dias A capacidade de carga de um veículo é determinada pelo fabricante, conforme disciplina o artigo 100 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Entretanto, poderá ser tolerado um percentual sobre os limites de peso bruto total (PBT) e peso bruto transmitido por eixo, vide o parágrafo 2º do artigo 99 também do CTB. A norma que disciplina a tolerância nos veículos de cargas é a Lei Federal nº 7.405/1985, que permite que no PBT seja tolerado até 5% e no peso bruto transmitido por eixo a tolerância é de até 10%. Entretanto, por força da Medida Provisória nº 1.050/20
Artigo: Quando e por que a tabela do frete tem reajustes?

Artigo: Quando e por que a tabela do frete tem reajustes?

Notícias
Artigo: Quando e por que a tabela do frete tem reajustes? A tabela do frete com os pisos mínimos fixados pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) para a cobrança do serviço de transporte de cargas foi estabelecida em maio de 2018. Desde então, as Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas (ETCs), as Cooperativas de Transporte Rodoviário de Cargas (CTCs) e os Transportadores Autônomos de Cargas (TACs) devem precificar os valores de seus serviços, conforme o previsto no tabelamento. No entanto, para sua aplicação a tabela do frete considera apenas os veículos movidos a diesel, com dois ou mais eixos, que realizam o transporte para de carga lotação — (aquelas que ocupam a totalidade da capacidade de carga do veículo e tem um único destinatário). Os preços estabelecidos na
Artigo: A importância dos dispositivos de rastreamento para o mercado de transporte

Artigo: A importância dos dispositivos de rastreamento para o mercado de transporte

Notícias
Artigo: A importância dos dispositivos de rastreamento para o mercado de transporte *Por André Saliba No Brasil, o mercado de rastreamento veicular aparece como uma ótima opção para quem quer empreender e outros aspectos contribuem para que essa tecnologia ganhe cada vez mais relevância e espaço no país. Isso porque esse segmento está em crescente expansão, pois é fortemente impactado também pelo aumento na produção de automóveis. Segundo levantamento realizado pela Anfavea, Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, depois de três anos seguidos, o setor registrou aumento de 25,2% no surgimento de carros novos no mercado, chegando a 2,7 milhões. Analisando os aspectos positivos do cenário para investimento, de acordo com o Denatran, Departamento Nacional de Trânsito,
Especialista em telemetria ensina a economizar combustível

Especialista em telemetria ensina a economizar combustível

Notícias
Especialista em telemetria ensina a economizar combustível Alexandre Fagundes, da Mix Telematics, dá dicas para reduzir o consumo durante momento de alta dos combustíveis, no Brasil Com a alta no preço dos combustíveis neste ano, a economia será fortemente impactada, ou seja, o preço dos fretes, alimentos, tarifas de transporte urbano, entre outros, sofrerão reajustes. Como consequência, empresas de transportes e logísticas e, obviamente, o consumidor serão prejudicados. Enquanto o problema existe, é importante dirigir com consciência e tomar medidas para que os veículos não gastem demais. Inclusive, empresas estão chegando a 40% na redução de custos com combustíveis. Mas como isso é possível? Para ajudar consumidores e empresas, confira dicas de Alexandre Fagundes, especialista em
Valor da gasolina e diesel bate recorde em alguns estados do país

Valor da gasolina e diesel bate recorde em alguns estados do país

Notícias
Valor da gasolina e diesel bate recorde em alguns estados do país Associação dos Engenheiros da Petrobras revela que ANP não divulga os valores reais praticados nos postos de combustíveis Redação Chico da Boleia Um artigo divulgado nesta terça-feira (16), pela Associação dos Engenheiros da Petrobras (AEPET), revela que o preço da gasolina em algumas regiões do país pode chegar a R$ 8,20. Segundo o texto, o valor citado não consta na pesquisa divulgada semanalmente pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP). Ainda de acordo com a Associação, os preços nos postos são resultado dos aumentos constantes praticados pela estatal. Somente em 2021, a empresa reajustou o valor da gasolina seis vezes, já o diesel foram cinco acréscimos; sendo que o último ocorreu no d
Artigo: Tecnologia abre rotas mais seguras para o transporte rodoviário

Artigo: Tecnologia abre rotas mais seguras para o transporte rodoviário

Notícias
Tecnologia abre rotas mais seguras para o transporte rodoviário Por Bruno Hacad (*) A insegurança das estradas brasileiras, não é de hoje, continua entre os principais desafios das empresas do setor de transporte e logística, que seguem contabilizando perdas decorrentes das ações de criminosos. Segundo estudo realizado pelo Grupo Tracker em 2020, a taxa de roubos e furtos de caminhões oscilou bastante ao longo do primeiro semestre do ano passado, terminando o ano com uma pequena redução de 1 p.p.  Apesar do volume de cargas roubadas no Brasil ter decrescido desde 2017 acima dos dois dígitos percentuais ano a ano, o prejuízo estimado ainda supera a marca de R$1,5 bilhão anuais. O ‘osso’ é atraente demais para os mal-intencionados o largarem. Apesar do risco inerente, o Relatório Anual
A importância do transporte de cargas e logística para a economia brasileira

A importância do transporte de cargas e logística para a economia brasileira

Notícias
A importância do transporte de cargas e logística para a economia brasileira Artigo destaca o desempenho do setor e alternativas encontradas durante a pandemia A Pesquisa Anual de Serviços (PAS), divulgada no dia 27 de agosto de 2020, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), somou a receita operacional de serviços não financeiros em R$ 1,6 trilhões, sendo que a maior parte ficou para o segmento de Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correios, somando um total de 30%. Ainda de acordo com a pesquisa, entre as atividades que compõem o segmento de Transporte, os principais crescimentos na receita entre 2009 e 2018 em relação ao total dos Serviços vieram de Transporte rodoviário de cargas, com alta de 1,8 ponto percentual, e de Armazenamento e atividades