Russian Railways apresenta o trem Lastochka não tripulado na PRO//Motion.EXPO

SHCHERBINKA, Rússia, 29 de agosto de 2019 /PRNewswire/ — O vice-primeiro ministro da Rússia, Maxim Akimov, e o presidente da Russian Railways (RZD), Oleg Belozyorov, fizeram uma viagem de teste no Lastochka, o primeiro trem elétrico não tripulado da Rússia, no circuito ferroviário experimental em Shcherbinka, durante o Salão Ferroviário Internacional PRO//Motion.EXPO, no dia 28 de agosto.

“O que vimos foi uma grande inovação tecnológica, porque foi feito pelos nossos engenheiros, nos nossos centros técnicos, junto com diferentes parceiros que trabalharam nisso com a Russian Railways”, disse Akimov.

“Esse é um dia histórico para a Russian Railways. Estamos muito perto de criar a tecnologia perfeita para os transportes não tripulados. Eu gostaria de agradecer aos nossos desenvolvedores: utilizamos apenas sistemas russos. E posso afirmar que estamos um ano à frente dos nossos colegas estrangeiros. A Russian Railways tem um compromisso com a tecnologia de direção não tripulada, principalmente porque ela aumentará a segurança e a confiabilidade nos transportes, especialmente para os passageiros”, disse Belozyorov.

Belozyorov disse que os condutores de trens não precisam se preocupar com a possibilidade de se tornarem desnecessários:

“Suas responsabilidades serão diferentes, mas os sistemas continuarão sendo monitorados por pessoas. Vamos todos nos transformar juntos.”

Para o Lastochka poder viajar no modo automático, foram adicionados equipamentos especiais que permitiram colocá-lo na infraestrutura, comunicar-se com o centro de despachos e detectar obstáculos. O trem pode cumprir seu cronograma no modo não tripulado e, quando detectar um obstáculo, frear automaticamente.

O Lastochka ES2G é um trem elétrico não tripulado que pode ser controlado automaticamente a partir da cabine por um condutor ou do centro de controle de transporte por um operador. O centro de controle foi projetado para operar trens não tripulados e para tomar decisões em casos de emergência. Se for necessário, por exemplo, o operador pode tirar o trem do controle automático e controlá-lo remotamente.

A Russian Railways está desenvolvendo sistemas de trens não tripulados em diversas instalações de infraestrutura. Para isso, o material rodante, a infraestrutura das estações e as instalações tecnológicas estão sendo gradualmente equipadas com equipamentos especiais para controle de tráfego e monitoramento remoto. No ano que vem, serão realizados vários testes no modo automático sob controle dos condutores.

Caso sejam aprovadas as leis apropriadas, a tecnologia para transportes não tripulados poderá ser introduzida futuramente nas ferrovias com grande volume de tráfego ou pequeno intervalo de tráfego entre os trens de passageiros (por exemplo, o Círculo Central de Moscou), assim como estações de carga (locomotoras de manobras).

 

FONTE JSC Russian Railways (RZD)

Comentarios