Pneu Recapado, Remold e Recauchutado, o Portal Carro Lindo explica as Diferenças

CURITIBA, Brasil, 6 de fevereiro de 2020 /PRNewswire/ — Como buscar as melhores orientações para verificar a eficiência e segurança dos pneus de seu carro, em caso de não ser possível adquirir um novo jogo dos mesmos? Confira as dicas que o portal Carro Lindo preparou para você.

Para bem prestar um serviço público, aqui vai a distinção entre três tipos de estados de pneus: pneu recapado, remold e recauchutado.

Mas, sumariamente, o que vem a ser pneu Recauchutado, recapado ou remold? Todo proprietário de automóvel, seja um carro, uma moto, caminhão, ônibus ou até um trator, sabe que uma hora os pneus deverão ser trocados, devido ao intenso desgaste.

Entretanto, este texto foca nos carros. Quando é hora de fazer a substituição dos pneus, com o fazer? Essa é uma das peças fundamentais, sem a qual, o veículo não se locomove, portanto, ao optar pela reforma dos pneus será necessário recorrer a um serviço bastante eficiente e seguro.

A – O chamado Pneu Recauchutado. Trata-se de reconstrução de um pneu por meio de aproveitamento de sua estrutura resistente, que ainda não foi gasta. Deste modo, faz-se incorporar nova camada borracha de piso, para que ganhe nova vida. Esse processo se faz, geralmente, sobre os pneus de veículos pesados, tais como ônibus, ou em caminhões e incluindo os aviões.

Este processo de reforma se dá por meio da substituição da parte de borracha que compõem a banda de rodagem, que vai se desgastando. Assim, o fabricante poderá cobrir tanto a parte da banda de rodagem quanto a parte dos ombros da carcaça, utilizando o chamado Camelback.

B – O Pneu Recapado. Como o nome já diz, trata-se de recapar a sua superfície pura e simplesmente. Este tipo de serviço é empregado, sobretudo, em veículos cuja função é a de efetuar transporte de cargas, como os caminhões. É quase o mesmo processo de reforma sobre o recauchutado, sendo, neste caso, apenas um processo de substituição da camada de borracha que compõe a banda de rodagem, não havendo qualquer alteração no ombro da carcaça da peça. Além disso, o processo de recapagem é bem diferente do recauchute.

C – O Pneu Remold. Como o nome diz, é uma espécie de remodulação. Portanto, o pneu velho e desgastado, conforme o que é necessário reformar nele, passa por um dos maiores processos de transformação, dado, sendo uma produção industrial, a sua reforma, aqui, é realizada a partir de uma reestruturação quase completa.

O que é substituído aqui? A parte que compõem as bandas de rodagem, as partes que compõem as laterais e toda a superfície é, também, modificada. Todo pneu tem uma estrutura sob as camadas de borracha, que compõem uma malha de ferro.

As partes de um pneu são as seguintes:

– O Piso; a Capa; as telas de corpo; a carcaça; as cintas (em pneus com estrutura radial); o talão; o enchimento do talão e o forro interior (só para os pneus de tipo sem câmara-de-ar). Cada tipo de pneu pode exigir uma atenção diferente, maior ou menor.

Observação importante: se o proprietário de um veículo optar pelo serviço de recauchutagem ou por pneus já com o serviço pronto, seja um recauchutado, um recapado, ou um tipo remold, incluindo o ecológico ou até qualquer outro tipo, todo cuidado é pouco. Muita atenção com a fonte, ou seja, com quem presta o serviço ou oferece o pneu já reformado. Estamos falando, aqui, de uma peça de automóvel que está rigorosamente relacionada com o desempenho e com a dirigibilidade do automóvel, sendo fundamental para garantir a segurança de todos que ocupam o carro.

É muito importante conferir essas dicas. Mais informações sobre carros e todo o mundo automobilístico acesso o site: https://www.carrolindo.com.br.

BLOGOLANDIA LTDA.
Avenida Cândido de Abreu, 776 / 803 – Centro Cívico
CEP: 80.530-000 – Curitiba – Paraná – Brasil
www.blogolandialtda.com.br
blogolandiabrasil@gmail.com
+55 (41) 2105-5913
+55 (41) 9 9142 0228
+55 (41) 9 9255 7758

FONTE Carro Lindo

Comentarios